O meia suíço Granit Xhaka acredita que nem tudo foi negativo na goleada de 5 a 2 sofrida diante da França, na última sexta-feira, em Salvador. De acordo com o jogador, na partida válida pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo, a Suíça conseguiu render bem ofensivamente.

“Nós criamos algumas chances contra uma boa seleção. O fato de termos sido pegos no contra-ataque significa que estávamos fazendo ataques”, analisou o autor do bonito gol de desconto, o segundo suíço, já aos 42 minutos da etapa final.

O atleta de apenas 21 anos, que atua no Borussia Mönchengladbach, da Alemanha, condenou os resultados negativos pelos primeiros tempos realizados pela equipe suíça até agora nas partidas do Mundial. “Nós jogamos mal nos primeiros tempos contra Equador e França, mas em ambos os jogos as segundas etapas foram melhores. Agora nós só temos que tentar jogar bem dois tempos em uma única partida”, destacou.

Na última rodada da fase de grupos, a Suíça enfrenta Honduras nesta quarta, na Arena Amazônia, em Manaus. As chances de avanço às oitavas são razoavelmente boas, já que enfrentam a única seleção que ainda não pontuou no grupo. A vitória somente não basta, mas se ganharem e a França vencer, ou até empatar, com o Equador, os três pontos garantem os suíços na fase de mata-mata.