As brasileiras Maurren Maggi e Keila Costa terminaram apenas na sexta e sétima colocações, respectivamente, e ficaram longe do pódio na prova de salto em distância no Mundial de Atletismo, em Osaka, no Japão, ontem.

A prova foi dominada pela Rússia, que assegurou os três lugares do pódio. O ouro ficou com Tatyana Lebedeva, que conseguiu a marca de 7,03m. O segundo lugar foi conquistado por Lyudmila Kolchanova, com 6,92m, e Tatyana Kotova assegurou o bronze, saltando 6,90m.

Quadro de medalhas

Os Estados Unidos seguem na primeira colocação do quadro de medalhas do Mundial de Atletismo de 2007, que está sendo realizado na cidade japonesa de Osaka.

Os norte-americanos têm oito medalhas no total – três de ouro e bronze, além de duas pratas -, mas são acompanhados de perto por Quênia e Rússia, que estão com sete.

Como todos conquistaram três ouro, o desempate se dá pelas outras medalhas. Os EUA têm duas prata e três bronze, enquanto os russos ficaram em segundo, com uma medalha de bronze a menos.

Já o Quênia aparece depois, com uma prata e três bronze. O Brasil aparece empatado com outros países na 14.º colocação, graças à prata conquistada por Jadel Gregório, no salto triplo.