O meia Kaká deixou o hotel da seleção brasileira na manhã desta segunda-feira para fazer exames com Juan Carlos Hernández, médico do Real Madrid, em uma clínica de Recife. O jogador, atualmente no Milan, deve ser anunciado como novo reforço do clube espanhol nesta segunda-feira.

Kaká saiu por uma porta lateral, sem alarde, para que não chamar a atenção da imprensa. A comissão técnica da seleção brasileira liberou o jogador para os exames a pedido da diretoria do Real Madrid.

A CBF viabilizou toda a logística para que o atleta pudesse ir a uma clínica na capital pernambucana. O chefe do departamento médico da entidade, José Luiz Runco, acompanhou o jogador nos exames.

Um acerto entre Milan e Real Madrid foi feito na semana passada, mas os dois clubes ainda não se pronunciaram oficialmente sobre a transferência. Na noite desta segunda, o jogador concederá uma entrevista coletiva em Recife, onde espera-se que confirme sua transferência.

O valor estimado da negociação é de 65 milhões de euros (cerca de R$ 180 milhões), o que faria de Kaká o segundo jogador mais caro da história do futebol – só Zidane custou mais ao próprio Real Madrid.