Um gol no minuto final deixou o Vasco vivo nas oitavas de final da Copa do Brasil. A equipe perdia por 3 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro, nesta quarta-feira, quando Éder Luís descontou já aos 50 do segundo tempo.

Embora tenha condenado os erros da sua equipe, sobretudo de atenção e atitude, o técnico Jorginho garantiu que o Vasco tem condições de reverter o placar. E uma das armas, segundo ele, será a força da torcida – a equipe voltará a jogar em São Januário após o término da Olimpíada do Rio, já que o estádio não pôde ser utilizado durante o período de disputa do grande evento, a pedido da Polícia Militar do Rio.

“Fomos muito felizes com esse gol que nos coloca de novo na briga. Foi muito importante. Vamos decidir em São Januário”, lembrou o treinador, referindo-se ao jogo da volta, em 21 de setembro.

“Tivemos todo carinho em Cariacica e sempre nos receberam bem, mas é diferente na nossa casa. Vamos fazer uma pressão grande e com certeza podemos reverter essa situação. Contamos com os torcedores nesse jogo decisivo”, avisou o comandante, se referindo ao fato de que o Vasco vinha mandando os seus jogos no Espírito Santo enquanto não pôde contar com São Januário.

Jorginho avaliou ainda que, apesar de o gol manter o time com chances de classificação, o Vasco não pode cometer os mesmos erros de quarta-feira. “Tivemos falhas de coisas que estamos trabalhando, de atenção e atitude. Tomamos dois gols em erros nossos. O terceiro foi muito bem trabalhado, uma jogada linda, bem feita. Mas os dois primeiros gols nós demos para eles. Vamos rever para melhorar”, completou.