Os jogadores reservas da seleção italiana tiveram muita dificuldade nesta quarta-feira para empatar com o Chipre, pela última rodada do Grupo 9 das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo, em Parma, e quase protagonizaram uma surpresa histórica. Mas com três gols de Alberto Gilardino nos 15 minutos finais, a Itália virou uma partida que parecia perdida e venceu por 3 a 2.

Gilardino já havia brilhado no sábado, quando marcou o gol de empate no 2 a 2 contra a Irlanda, resultado que garantiu os italianos na Copa do Mundo. E com a classificação garantida, os reservas ganharam chance e quase decepcionaram.

O Chipre vencia por 2 a 0 até aos 33 do segundo tempo nesta quarta-feira, quando Gilardino descontou de cabeça. Três minutos depois, ele completou boa jogada de Quagliarella e igualou a partida.

O empate já parecia bom resultado pela fraca partida italiana, mas aos 47 Gilardino aproveitou bola desviada na área e garantiu a virada. Com a vitória, a Itália confirmou a liderança invicta do Grupo 9, com 24 pontos – empatou três partidas e venceu sete.

Também já garantida na segunda colocação e na repescagem das Eliminatórias Europeias, a Irlanda decepcionou e não saiu do 0 a 0 com Montenegro, em Dublin. Com o resultado, a seleção irlandesa foi a 18 pontos, enquanto os montenegrinos chegaram a nove e terminaram na quinta colocação do grupo.

Já a Bulgária se despediu das Eliminatórias com uma goleada sobre a Geórgia por 6 a 2, com três gols marcados por Berbatov. O resultado deixou os búlgaros na terceira posição da chave, quatro pontos atrás da Irlanda. Última colocada com três pontos, a Geórgia não venceu nenhuma partida.