O Inter goleou o lanterna Náutico por 4 a 1, neste domingo, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), num resultado que serviu para levantar os ânimos dos jogadores e da torcida. É a vitória mais elástica do clube gaúcho desde o início do Brasileirão, o que justifica a decisão da diretoria de confirmar a permanência do técnico Clemer, que assumiu interinamente após a demissão de Dunga, no comando do time até o final da temporada.

A vitória levou o Inter aos 40 pontos, ainda na briga pela vaga na Libertadores do ano que vem. Já o Náutico está virtualmente rebaixado: soma apenas 17 pontos em 28 rodadas disputadas, nove atrás da penúltima colocada Ponte Preta.

Diante de um adversário desesperado e fragilizado, o Inter abriu o placar logo aos 16 minutos de jogo. O meia argentino D’Alessandro recebeu na ponta direita e ameaçou o cruzamento, mas colocou a bola no ângulo direito de Ricardo Berna. O Náutico, porém, empatou na sequência. Aos 26, Tiago Real deixou Kleber para trás e chutou forte para vencer Muriel.

Ainda no primeiro tempo, o Inter voltou a ficar em vantagem. Já aos 45 minutos, Otávio chutou forte na entrada da área e contou com a ajuda do goleiro Ricardo Berna para fazer 2 a 1.

No segundo tempo, Maranhão distribuiu tapas, deixou dois jogadores do Inter no chão e acabou expulso logo aos 13 minutos. Aproveitando a vantagem no número de atletas, o time gaúcho tratou de aumentar o placar.

Aos 24 minutos, Willians tirou de Morales e bateu rasteiro da entrada da área, fazendo o terceiro do Inter. E aos 36, o time gaúcho chegou à goleada: depois de uma furada de Leandro Damião dentro da área, Kleber aproveitou e chutou forte.

FICHA TÉCNICA:

INTER 4 X 1 NÁUTICO

INTER – Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Kleber; Airton (João Afonso), Willians, Otávio (Caio) e D’Alessandro; Scocco (Fabrício) e Leandro Damião. Técnico: Clemer.

NÁUTICO – Ricardo Berna; Maranhão, João Filipe, William Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Martinez, Derley e Tiago Real (Diego Morales); Maikon Leite (Marcos Vinícius) e Oliveira (Hugo). Técnico: Marcelo Martelotte.

GOLS – D’Alessandro, aos 16, Tiago Real, aos 26, e Otávio, aos 45 minutos do primeiro tempo; Willians, aos 24, e Kleber, aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Emerson de Almeida Ferreira (MG).

CARTÕES AMARELOS – Gabriel, Fabrício, Kleber e Otávio (Inter).

CARTÃO VERMELHO – Maranhão (Náutico)

PÚBLICO – 5.403 espectadores (total).

RENDA – R$ 77.070,00.

LOCAL – Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS).