O Corinthians segue seu calvário no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, foi a vez do Flamengo tirar proveito da crise no Parque São Jorge: venceu por 2 a 0, em pleno Morumbi, e chegou aos 14 pontos. Foi o primeiro triunfo fora de casa do time rubro-negro.

Geninho terá muito trabalho para reverter a situação de sua equipe, que conheceu a quarta derrota consecutiva – a sétima em 10 jogos na competição -, empacou nos 9 pontos e continua na zona do rebaixamento. O primeiro tempo não refletiu a campanha dos dois times no Nacional: foi bem disputado, com boas jogadas de ambos os lados. O Flamengo criava oportunidades pelo lado esquerdo, com o trio Juan, Renato e Peralta. Já o Corinthians apostava na individualidade de Nilmar, que levava vantagem no confronto com os zagueiros rivais.

O time carioca quase abriu o placar em dois lances seguidos. Aos 16, Renato invadiu a área e obrigou Sílvio Luiz a fazer grande defesa. Na cobrança do escanteio, o mesmo Renato cabeceou e o goleiro corintiano salvou novamente.

O Corinthians só assustou de verdade aos 29, quando Nilmar recebeu lançamento de Rafael Moura, driblou o goleiro Diego e bateu em cima de Juan. O Flamengo voltou com tudo para o segundo tempo e matou o jogo logo no começo. No primeiro minuto, Peralta recebeu cruzamento na área e tocou para o fundo do gol. Aos 13, Obina cortou Sebá, ajeitou para o pé direito e bateu rasteiro, forte, no canto esquerdo.

Os 2 a 0 de desvantagem acabaram com o equilíbrio emocional corintiano. Geninho ainda colocou Marcelinho Carioca, mas nem o maior ídolo da torcida consegue render na atual fase da equipe. Para acabar de vez com a já diminuída esperança de virada, Marcus Vinícius foi expulso e deixou o time corintiano com um a menos. Os rubro-negros levaram o jogo em banho-maria, com direito a "olé" de sua torcida, que compareceu em bom número ao Morumbi.