Pela primeira vez neste Campeonato Brasileiro, o Flamengo acordou na liderança isolada. Embalado pela boa campanha, na qual se mantém invicto, o time rubro-negro se reapresentou nesta segunda num clima de descontração, no Ninho do Urubu. Enquanto curte seu bom momento na competição, a equipe carioca já tem outro desafio pela frente: a Copa Sul-Americana.

Quarta, o Flamengo estreia contra o Atlético Paranaense, no Engenhão. Envolvido na maratona de jogos, o técnico Vanderlei Luxemburgo ainda não confirmou se vai poupar alguns titulares neste compromisso. Com reservas ou não, ele quer um Flamengo com a mesma postura que levou o time a assumir a ponta no Brasileirão.

O discurso unânime na Gávea é de que a Copa Sul-Americana é interessante e merece ser levada a sério, pois o vencedor garante vaga na Copa Libertadores do ano que vem, um dos objetivos da equipe na temporada. “É o caminho mais rápido para a Libertadores”, disse o meia Renato, um dos destaques do Flamengo em 2011.

“Temos time e elenco para brigar também por esta competição”, reforçou, convicto de que as atenções do time já estão voltadas para o confronto de quarta contra o Atlético-PR. “O momento é de desligar o interruptor do Brasileiro e pensar na Sul-Americana. O Atlético-PR é um adversário muito complicado.”