A Fifa divulgou nesta quarta-feira a tabela da Copa das Confederações, que acontecerá em 2013, no Brasil, e servirá como teste para o Mundial de 2014. Apesar de manter a dúvida sobre a confirmação de Salvador e Recife na competição, por causa das obras atrasadas nos estádios, a entidade mostrou confiança na permanência mesmo das seis sedes, junto com Brasília, Rio, Belo Horizonte e Fortaleza.

Na semana passada, a Fifa resolveu adiar para novembro a confirmação de Salvador e Recife na Copa das Confederações, dando mais tempo para as duas cidades mostrarem evolução nas obras. Inicialmente, o prazo acabaria agora em junho. Mas, satisfeita com o empenho mostrado pelas duas sedes, a entidade espera uma definição em novembro, quando pretende começar a vender os ingressos para a competição.

“Queremos essa definição das cidades até meados de novembro. Até agora, as informações que temos indicam que tudo vai dar certo”, explicou o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, durante entrevista coletiva nesta quarta-feira, no Rio, depois da divulgação da tabela da Copa das Confederações. “Estamos convencidos e confiantes de que os jogos terão lugar nas seis cidades”, completou o dirigente.

Em discurso afinado com a Fifa, depois de superar a fase de muita polêmica nos últimos meses, o governo brasileiro também mostrou confiança na confirmação de Salvador e Recife ao lado de Rio, Brasília, Belo Horizonte e Fortaleza no torneio. “Governo e Fifa estão em sintonia com relação a esse assunto. Não tenho a menor dúvida de que vão ser mesmo as seis sedes”, disse o ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

Na tabela oficial da Copa das Confederações, divulgada nesta quarta-feira, as seis cidades estão presentes – são três jogos em cada uma, com exceção de Brasília, que receberá apenas a abertura do torneio. Mas a Fifa já tem uma programação alternativa pronta caso a competição fique com quatro ou cinco sedes, numa eventual exclusão das que estão pendentes de confirmação (Salvador e Recife).

“Existe um cronograma, a necessidade de cumprir esse cronograma e as cidades vão respeitá-lo”, disse Valcke, ressaltando também que, apesar dos atrasos nas obras, “nunca houve a possibilidade de retirar a Copa do Brasil”. O secretário-geral da Fifa ainda confirmou que o sorteio dos grupos da Copa das Confederações será realizado mesmo na cidade de São Paulo, no dia 1º de dezembro, conforme já era esperado.