Os treinamentos da seleção brasileira neste sábado e domingo na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), serão os mais importantes até agora na preparação da equipe para a Copa do Mundo. Afinal, as atividades deste fim de semana vão definir a escalação do Brasil para o amistoso de terça-feira com o Panamá, no Estádio Serra Dourada, além de determinar quem será poupado em Goiânia.

Nesta semana, o técnico Luiz Felipe Scolari esboçou o time titular em apenas um treinamento. E, como esperado, repetiu a formação campeã da Copa das Confederações, com Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Neymar, Fred e Hulk.

Esse deverá ser o time do Brasil na abertura da Copa do Mundo, em 12 de junho, contra a Croácia, no Itaquerão, em São Paulo, mas a situação deve ser diferente para o amistoso diante do Panamá. Afinal, Felipão não quer correr o risco de perder qualquer jogador por lesão, o que tem acontecido com outros rivais do Mundial, e também espera ter todos os convocados bem condicionados fisicamente para a estreia.

O preparador físico Paulo Paixão garante que nenhum jogador da seleção brasileira está lesionado, mas destacou que alguns jogadores precisam realizar trabalhos específicos para melhorar o condicionamento físico, para deixar o grupo mais homogêneo. “É prematuro para falar de alguém fora do amistoso. Todos se apresentaram bem clinicamente, mas cada um tem um problema específico”, explicou.

Neste fim de semana, a comissão técnica, especialmente os departamento médico e físico, avaliará o rendimento, a condição física e o desgaste dos jogadores após as atividades. E será isso que definirá quem viajará para Goiânia na noite de domingo e quem permanecerá treinando em Teresópolis.

Até para auxiliar essa avaliação, a comissão técnica alterou a programação de treinamentos dos dois dias, com as atividades sendo realizadas somente em um período, durante a manhã. E essa carga menor de trabalho deverá levar Felipão a comandar dois coletivos para definir a escalação do Brasil.

Na última quarta-feira, o treinador avisou que poderá poupar até quatro jogadores diante do Panamá. “No primeiro jogo, vamos seguir uma orientação do departamento de correção em três ou quatro jogadores que poderão não jogar nenhum minuto e poderão até permanecer na Granja”, disse ele, em entrevista à TV Bandeirantes.

E, apesar de nada ainda ter sido confirmado, existem alguns favoritos para serem poupados no amistoso. O principal é o zagueiro e capitão Thiago Silva, que ficou fora de dois treinamentos nesta semana e deixou outro antes do fim. Um lateral-esquerdo também não deverá seguir para Goiânia: afinal, o reserva Maxwell perdeu o mesmo número de atividades de Thiago Silva, enquanto o titular Marcelo se apresentou apenas na última terça-feira em Teresópolis, um dia após o restante dos jogadores, por ter participado da decisão da Liga dos Campeões da Europa pelo Real Madrid.

Além do trio, o goleiro Julio Cesar, o meia Oscar e o volante Fernandinho foram poupados no segundo treino de sexta-feira na Granja Comary. Anteriormente, o zagueiro David Luiz havia ficado fora de uma atividade, mas ele espera jogar no Serra Dourada. “A vontade é de jogar os amistosos, ainda mais que estou com saudades de entrar em campo e representar o meu país”, afirmou.

Certo mesmo é que a seleção brasileira só terá a sua força máxima no amistoso contra a Sérvia, sexta-feira, no Morumbi, em São Paulo, pouco menos de uma semana antes do jogo de abertura da Copa do Mundo.