Os 56.º Jogos Colegiais do Paraná (Jocops) já têm definidos todos os finalistas das modalidades disputadas na fase macrorregional, encerrada neste domingo em oito sedes: Fazenda Rio Grande, Ivaí, Dois Vizinhos, Toledo, Astorga, Maria Helena/Nova Olímpia, Telêmaco Borba e Arapoti. Os municípios de Maria Helena e Nova Olímpia se uniram para oferecer as estruturas necessárias para a acomodação das delegações.

Em cada sede participaram os campeões da fase regional de quatro núcleos de Educação (NRE), com uma média de 1.250 alunos em cada uma ou dez mil alunos no total.

Desses a metade se classificou para a fase final da competição, de 3 a 15 de julho em Curitiba, nas modalidades de basquete, futebol, futsal, handebol, vôlei, tênis de mesa e xadrez. Foram os dois primeiros colégios de cada uma das coletivas e os dois primeiros alunos nas categorias das modalidades individuais.

Na fase final dos Jogos Colegiais do Paraná, em Curitiba, serão disputadas ainda as modalidades de atletismo e vôlei de praia, com os classificados na fase regional, sem passar pela macrorregional, e os atletas de algumas provas do atletismo, da ginástica rítmica, judô e natação, inscritos direto da fase municipal, levando-se em conta os índices técnicos. Os jogos são disputados por alunos de escolas públicas e privadas nas categorias feminino e masculino e nas classes A (15 a 17 anos) e B (12 a 14 anos).

“Em todas as fases estão participando da competição perto de 500 mil pessoas, contando alunos, árbitros, dirigentes e equipes de apoio. A disputa começou com a fase municipal nos 399 municípios, seguiu com a fase regional nos 32 núcleos de Educação e agora encerramos a fase macrorregional em oito sedes. Em Curitiba, na final, reuniremos aproximadamente sete mil alunos, quando vamos conhecer os colégios e alunos campeões do Estado em todas as modalidades”, resumiu o ex-diretor-presidente da Paraná Esporte, Ricardo Gomyde.

Especiais

Além dos alunos do ensino regulamentar de escolas públicas e privadas, também participaram da fase macrorregional os alunos com necessidades educacionais especiais (NEE) na modalidade de futsal.

Os de atletismo e tênis de mesa passaram direto da fase regional para a final, quando entram também, sem disputar outras fases, os alunos especiais de basquete, goalball, natação e xadrez.