A seleção dos Estados Unidos se livrou nesta sexta-feira de uma enrascada em que se meteu nas rodadas anteriores das Eliminatórias da Concacaf (Américas do Norte e Central e Caribe) e com a goleada sobre o Panamá por 4 a 0, em Orlando, pela nona e penúltima rodada do hexagonal final, ficou muito perto de assegurar uma vaga direta na Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia.

Nas duas rodadas anteriores, em setembro, os Estados Unidos perderam em casa para a Costa Rica e empataram fora com Honduras. Assim, começaram a partida contra o Panamá nesta sexta-feira na quinta colocação das Eliminatórias, fora até da repescagem mundial – vaga dada ao quarto colocado. Agora com 12 pontos após a goleada, os norte-americanos subiram para a terceira colocação, à frente dos próprios panamenhos, em quarto com 10.

A classificação para o Mundial da Rússia ficou mais perto porque os Estados Unidos só dependem de seus próprios esforços contra o lanterna Trinidad & Tobago, nesta terça-feira, em Port of Spain. O Panamá jogará em casa contra a Costa Rica e precisará vencer para tentar garantir, ao menos, uma vaga na repescagem mundial contra o vencedor do duelo asiático entre Austrália e Síria.

No outro jogo desta sexta-feira, o líder e já classificado México sofreu para derrotar de virada Trinidad & Tobago por 3 a 1, em San Luis Potosí. Os mexicanos chegaram aos 21 pontos e estão perto de garantir matematicamente a primeira colocação do hexagonal final. Os trinitinos somaram até agora apenas três pontos e já estão eliminados.

Esta nona e penúltima rodada será fechada apenas neste sábado. Por conta dos estragos provocados pela tempestade tropical Nate, com mortos e feridos na Costa Rica, o duelo dos costarriquenhos contra Honduras, em San José, foi adiado em um dia. Um empate basta para a seleção da casa, em segundo com 15 pontos, garantir a sua vaga direta na Copa do Mundo de 2018. Os hondurenhos estão em quinto lugar, com nove, e precisam somar pontos.