O Egito venceu Gana por 2 a 1, nesta terça-feira, no Cairo, mas foram os ganeses que tiveram um grande motivo para comemorar. Com uma larga vantagem de 6 a 1 conquistada no duelo de ida da fase final das Eliminatórias Africanas, eles asseguraram classificação para a Copa do Mundo de 2014, que agora conta com 25 seleções asseguradas na próxima edição do maior evento do futebol no planeta.

Gana se tornou a quarta seleção africana com vaga assegurada no Mundial que será realizado no Brasil. Antes dela, Nigéria, Costa do Marfim e Camarões também carimbaram passaporte para a competição. A última seleção do continente que jogará a Copa será definida ainda nesta terça, no confronto de Argélia e Burkina Faso, em Blida. O duelo de ida terminou em 3 a 2 para Burkina Faso.

Ao eliminar o Egito, Gana garantiu vaga em sua terceira Copa do Mundo, sendo a terceira de forma consecutiva, depois de ter ido aos Mundiais de 2006 e 2010. Já os egípcios, campeões das últimas três edições da Copa Africana de Nações, em 2006, 2008 e 2010, fracassaram na sua tentativa de jogar a sua primeira Copa desde 1990 e de ir ao terceiro Mundial de sua história – o outro que disputou foi em 1934.

Precisando tirar uma enorme diferença de gols para se classificar para a Copa, o Egito chegou a dar alguma esperança para a torcida local ao abrir o placar aos 24 minutos do primeiro tempo, no Cairo. Após cruzamento de Aboutrika, Amr Zaky cabeceou para o gol.

Depois disso, porém, Gana soube se fechar bem na defesa e só voltou a tomar um gol aos 38 minutos da etapa final, quando Gedo recebeu pelo lado direito da grande área e finalizou cruzado para fazer 2 a 0. Naquela hora já era tarde demais para qualquer reação, e a chance desta improvável situação ocorrer acabou de vez aos 43 minutos, quando Asamoah Gyan foi acionado no lado direito do ataque de Gana e cruzou para Boateng entrar batendo de primeira para as redes.

SÓ FALTAM SETE SELEÇÕES – Com as classificações de Nigéria, Costa do Marfim, Camarões e Gana, agora restam apenas sete vagas no Mundial a serem preenchidas. Os outros 21 países já assegurados na competição são os seguintes: Brasil (país-sede), Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Bélgica, Itália, Alemanha, Holanda, Suíça, Rússia, Bósnia-Herzegovina, Inglaterra, Espanha, Estados Unidos, Costa Rica, Honduras, Irã, Coreia do Sul, Japão e Austrália.