O técnico Didier Deschamps está satisfeito com o desempenho da França na Copa do Mundo até aqui. A equipe somou sete pontos na primeira fase e se classificou para as oitavas de final como primeira colocada no Grupo E, campanha que inclui as impressionantes vitórias por 3 a 0 sobre Honduras e 5 a 2 sobre a Suíça.

“Estou orgulhoso do que os jogadores conquistaram. É uma grande satisfação para mim e minha comissão técnica. Precisamos apreciar esses momentos. Quando você olha para as outras partidas, percebe que é uma Copa do Mundo muito difícil. Algumas nações grandes já foram eliminadas, mas ainda estamos aqui”, disse o treinador francês ao site da Fifa, em entrevista publicada neste domingo.

Segundo Deschamps, a vontade dos atletas é o diferencial da equipe na competição. “O espírito de grupo e a mentalidade dos jogadores são fundamentais. Não são essas coisas que ganham os jogos, mas não se pode vencê-los sem esses elementos”, receitou o técnico, no cargo desde julho de 2012.

No início do mata-mata, Deschamps espera dificuldade para o desafio francês contra a Nigéria, nesta segunda-feira, em Brasília. “Eles vão nos causar problemas na questão física, sem dúvida, e eles têm atacantes que podem fazer a diferença a qualquer momento”, analisou o ex-volante, que levantou o troféu de campeão mundial por sua seleção em 1998, na única vez em que a França ganhou a Copa.