O que já se desenhava desde o início do Paranaense finalmente acontecerá hoje às 15h50 no Couto Pereira. Donos das melhores campanhas, Coritiba e Atlético entram em campo para disputar a “final” virtual da competição. Mesmo sendo a penúltima rodada, se o Alviverde vencer garante matematicamente a conquista do troféu enquanto um empate deixa o time do Alto da Glória com uma mão na taça enquanto um triunfo rubro-negro leva a vantagem para a Baixada. Confira a classificação na página 14. Por isso, mais do que nunca, o Atletiba ganha o apelido de “superclássico”.

Na 1.ª fase, as equipes se encontraram na casa do Furacão e o equilíbrio predominou. O Coxa dominou o 1.º tempo e perdeu inúmeras chances ou mesmo parou na barreira chamada Neto. No entanto, quem marcou foi o Atlético, num escanteio cobrado por Paulo Baier, mas não resistiu no final e tomou o empate numa bela falta batida por Marcos Aurelio. O resultado foi melhor para os visitantes, que mantiveram a ponta da classificação e rumaram para a conquista do “supermando”. E é esse supermando que dá a vantagem do Coritiba poder vencer e comemorar a conquista do caneco.

Allan Costa Pinto
Paulo Baier com Leandro. Tática ao pé do ouvido.

Como as duas equipes venceram os cinco jogos na fase até aqui, o ponto a mais conquistado pelo Alviverde está fazendo a diferença. “Estamos encarando esse jogo como a final. Há a possibilidade de empate, mas não vejo porque lutar pelo empate se a vitória já nos dá o título. Se não trabalhar dessa maneira, acho que o trabalho está errado. Tem que jogar no limite. Vamos em busca disso”, avisa o técnico Ney Franco, do Coritiba. A busca pela conquista diante do maior rival seria a cereja do bola para um time que quer o título para se redimir do fracasso no ano do centenário.

Do outro lado, todos sabem disso e vencer acaba com a festa armada no Couto para o time da casa. “Temos que esquecer a Copa do Brasil e focar apenas no Coritiba. Sabemos que é um jogo difícil. Um clássico é sempre decidido em detalhes e por isso não podemos errar. O Coritiba tem a vantagem, então vamos fazer a nossa parte e tentar fazer os gols”, destaca o volante atleticano Alan Bahia, que tem experiência em marcar contra o rival. Uma vitória do Rubro-Negro deixa o time a uma vitória sobre o Iraty na última rodada em casa para comemorar o título.