Após se lesionar alguns jogos antes das finais do Paranaense, o lateral-esquerdo Triguinho vivia às turras com a torcida e, agora, retorna ao time contra o América/MG convicto de que está no caminho certo no Coritiba.

Paraná Online –
Você está voltando ao time?


Triguinho –
Estou bem. O Ney não confirmou ainda, mas voltar ao grupo está sendo bom.

Paraná Online – Você ficou no banco e não entrou, mas na sua avaliação o que aconteceu para a derrota na estreia?

Triguinho –
Foi até um jogo bom, tivemos desatenção, coisa que não pode acontecer ainda mais jogando fora de casa, mas todo mundo está ciente de que a atenção tem que ser nos 90 minutos porque tudo pode acontecer.

Paraná Online – E as cobranças sobre você?

Triguinho – Vim para cá sabendo das cobranças, mas eu saí sabendo que não estava deixando a desejar em nada. Tenho a minha autocrítica e sei que não errei. Posso ter ido mal em algum jogo, mas vontade e determinação não faltaram.

Paraná Online –
Fisicamente e tecnicamente você está bem?


Triguinho –
Estou bem, a cada treino estou melhorando.

Paraná Online – Quais as maiores dificuldades da Série B?

Triguinho – Pensamos que iríamos conquistar os três pontos no primeiro jogo, mas vimos que é difícil, o campeonato é muito disputado. O time tem que ter mais atenção, correr mais e vai ser assim até o final dos jogos e o ano todo. Os mais jovens têm que estar cientes de que é diferente de Paranaense.