Com o Campeonato Brasileiro na reta final, o fim de semana será de decisão para os times de Curitiba. Paraná, Coritiba e Atlético, mesmo em situações distintas, entram em campo em busca de resultados que podem ser determinantes para o desfecho da temporada 2011. Hoje, o Tricolor encara o Guarani, na Vila. Amanhã, o Coxa recebe o Flamengo, no Couto, e o Furacão enfrenta o Corinthians longe de casa, no Pacaembu.

A cruzada rubro-negra contra o rebaixamento é o enredo que mexe mais com o coração da torcida. Mas tricolores e alviverdes também devem ficar atentos aos resultados da rodada. Uma vitória sobre a equipe de Campinas pode garantir definitivamente a permanência do Paraná Clube na Série B. Já o Coritiba coloca em jogo a pequena, mas ainda real, possibilidade matemática de chegar à Libertadores.

Para garantir um final de ano sem sustos, o Tricolor vai enfrentar mais uma vez seu antigo tabu contra times paulistas. A partir das 17h, na Vila Capanema, a equipe comandada por Gulherme Macuglia tenta superar o Guarani e melhorar o baixíssimo aproveitamento contra os rivais do estado vizinho. Até agora, foram 12 jogos este ano, sem nenhuma vitória paranista.

Às 17h de amanhã, no Couto Pereira, o Coxa vai tentar manter vivo um sonho em que poucos ainda acreditam, mas ainda insiste em se manter vivo. Na 10.ª posição na Série A, a equipe de Marcelo Oliveira ainda tem possibilidades matemáticas de chegar à Libertadores. As chances, que variam de 5% a 13%, segundo os sites especializados, só serão mantidas se o Cori cortar o embalo da turma de Ronaldinho Gaúcho, que vem de goleada de 5 x 1 sobre o Cruzeiro.

Já a torcida atleticana está preparada para mais um capítulo da sofrida batalha contra o rebaixamento. O duelo das 17h de amanhã, no Pacaembu, não irá sacramentar o destino do Atlético. Mas uma vitória dará fôlego dobrado para a maratona de decisões que o time de Antônio Lopes enfrentará até o fim do Brasileirão. A inspiração vem do América-MG, companheiro de ZR que calou a torcida corintiana na última rodada. Se repetir a façanha, o Furacão estará mais perto de garantir, em 2012, sua 17.ª presença seguida na Série A.

Allan Costa Pinto
Torcida do Atlético: segurar o Corinthians, ajudaria, e muito, na escalada rubro-negra.
Allan Costa Pinto
Torcida do Coritiba: promessa de casa cheia contra o Fla, pra perseguir sonho da Libertadores.