O centroavante Igor Jesus terá a grande responsabilidade de ser o homem de referência do Coritiba na partida mais decisiva da temporada. O Coxa encara o Vitória no sábado, no estádio Barradão, em Salvador, pela última rodada da Série B, para garantir o acesso à elite do futebol brasileiro.

Com o afastamento de Rodrigão, na véspera da rodada passada, diante do Bragantino, por indisciplina, a missão de marcar gols ficou com o jovem atacante de 18 anos. Foi a sua escalação, inclusive, que fez o antigo camisa 9 se recusar a ser relacionado e ser dispensado pelo técnico Jorginho. A decisão do treinador em colocar Igor Jesus na vaga de Rodrigão aconteceu no sábado, véspera da partida.

“Não fui colocado numa fogueira. Trabalho para isso, para quando tiver a oportunidade fazer o meu melhor”, resumiu o jogador em entrevista à RPC, após a vitória contra o time paulista, no último domingo.
O centroavante, que teve uma atuação discreta tecnicamente, brigou bastante em campo e foi participativo ao tentar abrir espaços para infiltrações de seus companheiros.

Jesus chegou até chegou a balançar as redes na primeira etapa, mas o gol acabou anulado corretamente por impedimento. Quem acabou decidindo a partida foi o meia Giovanni, em cobrança de falta da intermediária, aos 37 minutos do segundo tempo.

A última missão coxa-branca é no final de semana. Para subir de divisão, o time do Alto da Glória precisa apenas de um empate. O América-MG, quarto colocado, recebe o São Bento, no Independência, enquanto o Atlético-GO, quinto, encara o Sport, no Antônio Accioly. Os dois rivais têm 61 pontos, dois a menos que o Coxa.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“Só depende da gente. Falta só mais uma para conquistar o objetivo, vai dar tudo certo. Estamos confiantes. Passamos por tantas dificuldades. Agora está no final, temos que aproveitar o trabalho do ano todo”, finalizou o centroavante.

Destaque da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2019, com quatro gols em seis jogos, Igor Jesus foi promovido ao profissional e estreou no Estadual. Neste ano, ele tem 30 partidas e cinco gols marcados. O último gol foi contra o Brasil-RS, há três rodadas.

Mais do Coxa:

+ Pai e filho emocionam em comemoração de gol do Coritiba
+ Rodrigão se despede do Coritiba e agradece por ter jogado no clube
+ Alex teve papel fundamental em motivação do time
+ Coritiba entra na semana mais importante dos últimos anos