O Coritiba faz os últimos ajustes para o clássico diante do Paraná Clube, que acontece neste sábado (5), às 16h30, na Vila Capanema. Com os últimos treinamentos a portões fechados, o técnico Jorginho não quis dar pistas de como montará sua equipe para o clássico, mas poderá ir a campo com uma equipe muito parecida com a da última rodada, quando venceu o América-MG por 2×1.

O treinador, que vai para seu segundo jogo à frente do Coxa, conta com a volta do meia Rafinha, que estava com dores no joelho, e Thiago Lopes, que cumpriu suspensão diante do Coelho. Com exceção do goleiro Alex Muralha, que levou o terceiro cartão amarelo na última partida e cumpre suspensão, Jorginho pode até repetir formação.

Antes do treinamento da manhã desta sexta-feira (4), o comandante alviverde evitou falar de suas escolhas para o jogo, mas comentou que, aos poucos, o time vai ganhando ‘sua cara’.

“É difícil conseguir implantar um trabalho em duas semanas, mas em alguns detalhes, com certeza. Em dez dias de trabalho não da pra dizer que a equipe mudou totalmente, porque é impossível, mas muitas coisas estão mudando”, arrematou.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Os últimos treinamentos foram realizados com portões fechados e o Coritiba está encarando o jogo como uma final, uma vez que, caso vença, entrará no G4 com uma partida a menos, já que o duelo com o Cuiabá, pela 24ª rodada, precisou ser adiado. O time tem 37 pontos e é o sexto na tabela.

Uma provável formação do Coxa contra o Tricolor deve ter: Rafael Martins; Diogo Mateus, Romércio, Sabino e Patrick Brey; Matheus Sales, Juan Alano e Giovanni; Kelvin (Rafinha), Robson e Rodrigão.

Leia mais:

+ Coxa tenta arrancada contra o Paraná Clube
+ Coritiba encara os próximos jogos como finais de campeonato
+ Meias podem ser as peças-chaves para o clássico