Com os bastidores do clube em ebulição, o assunto eleição voltou à pauta do Coritiba nessa segunda-feira (17). O presidente Samir Namur se reuniu por videoconferência com os pré-candidatos Renato Follador Júnior e João Luiz Buffara Lopes, o Jango, para voltar a tratar de uma composição de chapas.

O martelo ainda não foi batido sobre a união, mas o diálogo segue aberto. O principal motivo para a criação de um grupo único, evitando assim o bate-chapa, é a crise financeira do Coxa e a mudança do calendário do futebol brasileiro por causa da pandemia de Covid-19.

Contratos de boa parte do elenco se encerram em dezembro, com o Brasileirão pela metade, já que a temporada só acaba em fevereiro de 2021. Com uma coalizão, essa questão pode começar a ser resolvida antes, por exemplo.

Grupos discutem quem será o presidente do Coritiba

Se a ideia avançar, os grupos terão de chegar a um consenso sobre quem será o cabeça de chapa e os demais integrantes do G5. O processo eleitoral do Coritiba começa em meados de setembro, enquanto a eleição deve acontecer na primeira quinzena de dezembro.

Recentemente, o ex-presidente Vilson Ribeiro de Andrade gravou um vídeo distribuído nas redes sociais falando sobre como seria importante que as lideranças deixassem diferenças de lado e unissem forças neste momento. Há um mês, no entanto, Follador chegou a afirmar que não concordava com nada da gestão de Samir.

Em campo, Coxa sofre com início ruim no Brasileirão

Fora de campo, o clima é de tensão por causa do futebol. Após a perda do Estadual para o Athletico e o início do Brasileiro com três derrotas seguidas, a torcida pressiona pela saída do diretor de futebol Rodrigo Pastana – houve protesto em frente ao Couto Pereira na noite de segunda.

+ Mais do Coxa:

+ Torcidas organizadas do Coritiba voltam a protestar no Couto Pereira
+ Athletico e Coritiba faturam com direitos internacionais de transmissão
+ Cinco desafios de Barroca para continuar no Coritiba


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?