Foto: Valquir Aureliano/O Estado

Márcio Egídio reconquista a
posição de titular no jogo de hoje, contra o América, em Natal.

O Coritiba dá hoje sua cartada quase final para voltar à 1.ª Divisão do futebol brasileiro. Ou vence e mantém o sonho de subir este ano, ou praticamente abandona o projeto de voltar à Série A, tendo que amargar mais uma temporada na Segundona. O empate mais atrapalha do que ajuda e ainda adia a agonia coxa-branca. Por isso, o Alviverde encara o confronto contra o América-RN como mais ?decisão? do que nunca, na reta final na competição.

O confronto contra o Mecão está programado para às 16 horas, no Machadão.

?O time vem mostrando qualidade e força de vontade.

E isso não faltará nesse jogo contra o América. É uma decisão. Estamos cientes do que precisamos fazer dentro de campo?, analisa o volante Paulo Miranda. Para ele, a maior preocupação da equipe é voltar a atuar como jogou nas duas últimas partidas. ?Sabemos que eles não jogaram nenhuma vez até o momento às 16 horas e por isso temos que nos preocupar apenas em fazer a nossa parte?, garante o meia.

E a parte que cabe ao Coxa é vencer mesmo, já que um empate mantém a equipe no mesmo lugar e ainda abre caminho para outros concorrentes se distanciarem. ?Tirando o Sport-PE e o Atlético-MG, têm outras quatro equipes disputando duas vagas. Nós, o América, o Paulista-SP e o Náutico-PE. Precisamos buscar os pontos que erdemos em casa?, avalia o goleiro Artur. Nas contas de todos no clube, o empate contra o Náutico não estava nos planos, mas não chegou a ser catastrófico. ?Conquistando os três pontos contra o América e depois contra o Paysandu-PA, a equipe vai no embalo?, projeta Paulo Miranda.

Se os seis pontos vierem mesmo como prevêem os coxas, a situação da equipe muda da água para o vinho e a classificação fica bem próxima. Para isso, a equipe viajou com antecedência para driblar os problemas nos aeroportos brasileiros e treinou ontem à tarde no CT do ABC. À noite, a psicóloga Susy Fleury voltou a palestrar para os jogadores, num trabalho motivacional animando ainda mais o elenco nesta fase final de Série B.

O técnico Paulo Bonamigo, por sua vez, manteve a dúvida na zaga. Com a volta de Henrique, recuperado de meningite viral, o treinador mantém a dúvida se promove a volta do titular ou Leandro, que atuou bem contra Vila Nova e Náutico, permanece no time. No meio-campo, Egídio está confirmado no lugar de Rodrigo Mancha, machucado.

?Não acabará em pizza?, diz Militão

O presidente do conselho deliberativo do Coritiba, Júlio Militão, garante que não haverá pizza no processo de impeachment de Giovani Gionédis, presidente do clube. De acordo com ele, ver o ?melhor? para o Coxa não passa por saída política e sim por questões jurídicas. ?A apreciação que se fará é técnica e processual, observando-se os aspectos legais do procedimento das partes, sem qualquer interferência de uma ou de outra. Não há a hipótese de decisão política, pois não é esta a função da presidência?, garante o conselheiro.

De acordo com ele, a apreciação da retratação de Evangelino Neves ficou para 2.ª-feira, porque é o dia destinado às reuniões da mesa diretora do conselho.

Mecão terá casa cheia

Se o Coritiba sofreu para chegar a Natal, o América-RN penou mais ainda, e acabou chegando em casa depois mesmo de seu adversário. Tudo porque jogou em Goiânia (GO) e acabou enfrentando a operação padrão dos controladores de vôo nos aeroportos pelo país. Menos mal para o técnico Heriberto da Cunha que Paulinho Kobayashi (titular), Du e Adriano Peixe (reservas) estão de volta e deixam o Mecão completo para pegar o Alviverde.

O atacante Tiago Cavalcante, que jogou no Coritiba em 2005, também está confirmado no ataque do Mecão.

Ontem à tarde, o ex-treinador do Atlético encerrou os preparativos de sua equipe no CT Abílio Medeiros e confirmou a equipe. ?O Coritiba é um time forte, que briga pelo acesso e tem um grupo qualificado. Temos que usar o fator torcida para ganharmos mais três pontos. A torcida tem contribuído muito, tem sido paciente nos momentos de dificuldade e vamos procurar vencer?, analisou Heriberto. Essa será a primeira vez que o América joga em casa às 16 horas. Segundo a diretoria do time potiguar, a expectativa é de lotação completa para esta tarde, com a venda de todos os 22 mil ingressos da carga total.

CAMPEONATO BRASILEIRO – SÉRIE B
34.ª Rodada
Local: Machadão (Natal)
Horário: 16 horas
Árbitro: Manuel Aguiar Moita (CE)
Assistentes: Antônio José da Silva Monteiro (CE) e Francisco Carlos Feitosa da Silva (CE)

América/RN x Coritiba

América/RN
Fabiano; Eduardo, Roni, Róbson e Renan; Luís Maranhão, Magal, Paulinho Kobayashi e Souza; Paulo Isidoro e Tiago Cavalcanti. Técnico: Heriberto da Cunha

Coritiba
Artur; Henrique (Leandro), Índio e Batatais; Andrezinho, Márcio Egídio, Paulo Miranda, Cristian e Ricardinho; Caio e Edu Sales. Técnico: Paulo Bonamigo