A Costa Rica de 2018 não é a mesma de 2014. É o que se viu neste domingo (18), no gramado de Samara, na Rússia. A Sérvia venceu a seleção costarriquenha por 1 a 0 e brilhou com jogadas precisas de Mitrovic. A partida abriu o quarto dia de jogos da Copa do Mundo e é válida pela primeira rodada do grupo E, que ainda tem Brasil e Suíça.

A Costa Rica, que em 2014 chegou às quartas de final do Mundial, entrou muito perdida em campo contra o time sérvio. A seleção do goleiro Navas, do Real Madrid, mas se defendeu do que atacou. Sobrou a Sérvia.

Do lado sérvio, Mitrovic parecia onipresente em campo. Estava em todas as jogadas e comandou a pressão contra a seleção da América Central. O único gol saiu de uma cobrança de falta do capitão do time do leste europeu, Kolarov. Sem titubear, o camisa 11 chutou direto para o gol e abriu o placar aos 10 minutos do segundo tempo.

Até o juiz fechar a partida, o ritmo seguiu na mesma: Sérvia no ataque e Costa Rica na defesa. Nos últimos instantes do jogo, no entanto, os ânimos esquentaram do lado de fora do gramado.

Nemanja Matic, da Sérvia, se estranhou com membros da comissão técnica da Costa Rica. Um dos integrantes da seleção costarriquenha segurou a bola e retardou a cobrança do lateral sérvio. Houve empurra-empurra entre jogadores, mas logo o tumulto foi dissipado.

A partida também foi marcada pela consulta ao VAR (árbitro de vídeo) em um lance duvidoso que poderia expulsar o camisa 8 da Sérvia, Aleksandar Prijovic, após um esbarrão violento contra um jogador adversário.

O juiz senegalês Malang Diedhiou consultou a tecnologia e decidiu punir o jogador sérvio apenas com um cartão amarelo. Com a vitória, a Sérvia anota três pontos na tabela. No mesmo grupo E, ainda jogam neste domingo Brasil e Suíça, às 15h, na arena de Rostov.

COSTA RICA

Navas; Gamboa, Acosta, González, Duarte e Calvo; Venegas (Bolaños), Guzmán (Colindrez), Borges e Bryan Ruiz; Ureña (Campbell).

T.: Óscar Ramírez.

SÉRVIA

Stojkovic; Ivanovic, Milenkovic, Tosic e Kolarov; Matic e Milivojevic; Tadic (Rukavina), Milinkovic-Savic e Llajic (Hostic); Mitrovic (Prijovic).

T.: Mladen Krstajic.

Árbitro: Maland Diedhiou (Senegal)

Assistentes: Djibiril Camara e El Hadji Samba (ambos do Senegal)

Público: 41.432 pessoas

Cartões Amarelos: Calvo e Guzmán (Costa Rica); Ivanovic e Prijovic (Sérvia)

Gols: Kolarov (Sérvia), aos 11 minutos do segundo tempo.