Tite convocará a seleção pras duas primeiras rodadas das Eliminatórias. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Assista ao vivo a primeira convocação da seleção brasileira para as Eliminatórias da Copa do Mundo! Transmissão começará às 11 horas desta sexta-feira (6).

O técnico Tite anunciará a lista para os dois primeiros jogos pelas Eliminatórias da Copa de 2022, no Catar. O Brasil enfrentará a Bolívia, no próximo dia 27, no Recife, e o Peru, em Lima, quatro dias depois.

Os compromissos no fim de março contra Bolívia, no Recife, e Peru, em Lima, abrem a caminhada brasileira rumo ao Catar e colocam em prática a preparação iniciada por Tite para este momento. Desde o fim da Copa da Rússia até hoje, o treinador chamou 26 novatos para a seleção brasileira e procurou emplacar uma renovação gradual do elenco.

A bagagem acumulada como treinador da seleção brasileira faz Tite superar um dos problemas que mais lhe incomodou no início da gestão: a falta de experiência. Após assumir o cargo em junho de 2016, o técnico de 58 anos encarou nos últimos anos a primeira Copa do Mundo da carreira, conquistou o primeiro título pela seleção brasileira (Copa América) e conviveu com mudanças na comissão técnica. A principal delas foi a saída no ano passado do coordenador Edu Gaspar, de quem era próximo desde os tempos de Corinthians.

O treinador deve anunciar na convocação, na sede da CBF, uma lista mesclada entre jogadores com vaga praticamente cativa na seleção (Marquinhos, Casemiro, Neymar, Philippe Coutinho, entre outros) e novidades que conquistaram recentemente o espaço na equipe. Tite acompanhou de perto a seleção olímpica na Colômbia e nas últimas semanas enviou os membros da comissão técnica em viagens com o objetivo foi avaliar jogadores.

Ao todo, o técnico já trabalhou com 94 jogadores em quatro anos de seleção e conseguiu bons resultados. Tite disputou 48 jogos e tem aproveitamento de quase 80% dos pontos. Das quatro derrotas sofridas, somente uma foi em jogo oficial: a eliminação na Copa da Rússia diante da Bélgica, nas quartas de final. A defesa se mostrou um ponto forte do trabalho do treinador. O Brasil só sofreu 17 gols nesse período.

Mais “cascudo”, Tite terá pela frente um ano significativo à frente da seleção brasileira. Além das oito primeiras rodadas das Eliminatórias, a equipe vai disputar em junho a Copa América O extenso calendário deve fazer o treinador entrar na lista dos cinco nomes que mais dirigiram o Brasil junto a Zagallo, Carlos Alberto Parreira, Dunga e Aymoré Moreira.

O início das Eliminatórias ainda marca o retorno da seleção brasileira para jogos diante da torcida. Desde o título da Copa América, conquistadas no Maracanã, a equipe não atuou mais dentro de casa. O segundo semestre de 2019, aliás, foi marcado por resultados ruins em amistosos disputados em países distantes como Cingapura e Arábia Saudita. Agora será a hora de se reaproximar do público.