Mesmo com a obrigação de disputar em 11 dias o total de quatro jogos, entre eles a decisão da vaga na próxima fase da Copa do Brasil, diante do Corinthians, na próxima quarta-feira, o técnico Dorival Júnior planeja escalar o time titular neste sábado contra o Avaí, às 18h30, na Vila Belmiro, em Santos, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ainda preocupado com a zona de rebaixamento – hoje a equipe tem cinco pontos de vantagem sobre o primeiro que cairia, o Goiás -, Dorival Júnior só pretende poupar alguém em último caso. “Se os médicos acharem conveniente, nós tiramos. Se não tiverem condições de entrar em campo, tudo bem. Caso contrário, estarão lá”, disse.

Duas mudanças foram ensaiadas no treino desta sexta-feira. Por questões físicas, Paulo Ricardo atuou no lugar de Renato; por questões técnicas e táticas, Marquinhos Gabriel substituiu Geuvânio.

O treinador está tão atento a um eventual clima de “já ganhou” diante do primeiro time fora da zona de rebaixamento que evita assumir o favoritismo. O Santos soma seis vitórias consecutivas na Vila Belmiro. “Não podemos nos considerar assim (favoritos). É uma equipe que precisa se recuperar por completo no Campeonato Brasileiro”.