Dono do pior ataque do Brasileirão até agora, o CSA espera melhor seu rendimento ofensivo diante do Botafogo às 19 horas deste domingo, em seu último jogo dentro do estádio Rei Pelé, em Maceió, antes da parada para a disputa da Copa América.

O clube tem o pior desempenho entre os adversários do Campeonato Brasileiro, com apenas dois gols marcados em sete jogos, além de amargar a zona de rebaixamento com apenas seis pontos.

“Claro que a parte ofensiva da minha equipe preocupa. Minha equipe, apesar de ter feito bons jogos, só tem dois gols no campeonato. Não foi o caso contra o Atlético-MG, mas em outros jogos nós criamos e não fizemos os gols. Então, é uma coisa que temos que trabalhar bastante para que possamos melhorar a nossa performance ofensiva”, comentou o treinador.

A grande novidade em Maceió é a presença do meia Jonatan Gómez, que foi regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) e está à disposição do técnico Marcelo Cabo para enfrentar o Botafogo. Emprestado pelo São Paulo, ele já vem treinando com o grupo há mais de uma semana e pode ser uma opção para dar mais velocidade ao meio-campo, entrando no lugar de Dawhan ou até mesmo na vaga de Didira.

Mesmo com os quatro gols sofridos na derrota por 4 a 0 para o Atlético-MG no último final de semana, o CSA não pretende fazer mudanças no seu sistema defensivo, que deve ser mantido com Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos.