O suíço Roger Federer anunciou neste domingo que não disputará o Torneio de Dubai, do qual é tetracampeão. O número 1 do mundo se recupera de uma infecção pulmonar e não estará em condições de participar da competição que distribui US$ 2 milhões em premiação e 500 pontos no ranking.

Federer contraiu a infecção na semana passada, mas ainda não está totalmente recuperado. Ele só deverá estar de volta às quadras no Masters 1000 de Indian Wells, a partir do dia 11 de março. Será seu primeiro torneio desde a conquista do Aberto da Austrália.

Com a desistência de Federer (campeão em 2003, 2004, 2006 e 2007), o checo Jan Hernych ganhou espaço na chave principal do torneio. Em Dubai também jogarão o sérvio Novak Djokovic, número dois do mundo, o britânico Andy Murray, 4.º do ranking, o russo Nikolay Davydenko, 6.º, o francês Jo-Wilfried Tsonga, 9.º, e o croata Marin Cilic, 10.º. O torneio terá início na segunda-feira.