As duas derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro levaram o Avaí para a antepenúltima colocação, com 23 pontos, a três de distância do Coritiba, o 16.º. Para manter viva a esperança de permanência na Série A, o time catarinense tem uma dura missão nesta quarta-feira, às 19h30: vencer o vice-líder Atlético Mineiro, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 24.ª rodada.

Além da má fase, o técnico Gilson Kleina terá que quebrar a cabeça para escalar a equipe que terá cinco desfalques: o zagueiro Emerson e o meia Renan Oliveira pertencem ao time mineiro e não entrarão em campo por questões contratuais.

O meia Marquinhos continuará intercalando a sequência de jogos. Como atuou na derrota diante do Coritiba, em casa, ficará fora deste. O volante Eduardo Neto cumprirá suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo. Por fim, o meia Néstor Camacho sentiu um incômodo na coxa durante o treino desta terça-feira e foi cortado da partida.

Na zaga, Jéci, que foi titular durante o primeiro turno, ganhará uma nova oportunidade. No meio de campo, Adriano retorna de suspensão e formará um trio de volantes com Pablo e Tinga. A armação das jogadas ficará sob responsabilidade de Juninho. E o ataque será formado pela dupla Romulo e Léo Gamalho.