Rio de Janeiro – ‘Olimpíada das Olimpíadas’. O termo não foi dito diretamente, mas o enfoque do Comitê Olímpico Mundial e do Comitê Organizador do Rio 2016 foi exatamente esse na apresentação de ontem à imprensa nacional, o primeiro evento na semana que marca o início da contagem regressiva para os primeiros Jogos Olímpicos no Brasil. A exatos dois anos do início, as dúvidas sobre a organização foram substituídas pela expectativa do engajamento da população.

O fato de a Copa do Mundo (ou a ‘Copa das Copas’) ter sido um sucesso, principalmente de mobilização e de ‘simpatia’, empolgou as autoridades e os comandantes do COL. “A Copa traz um fator positivo no processo da Olimpíada”, confessou o prefeito do Rio, Eduardo Paes. Em vez de apresentações elaboradas, o executivo-chefe Sidney Levy resolveu resumir em uma manifestação ufanista. “O povo brasileiro vai dar conta do recado”, afirmou.

As apresentações de ontem, que marcaram o Encontro da Mídia Nacional, foram de explanações técnicas e ‘motivacionais’. “Quando fomos receber os Jogos na Austrália, no país todos achavam que daria errado. Depois foi um sucesso e a população se engajou no sonho olímpico”, afirmou Anthony Edgar, chefe de mídia do Comitê Olímpico Internacional.

Os representantes brasileiros se esforçaram em garantir que o orçamento (de sete bilhões de reais) será cumprido e tudo será entregue no prazo – apesar dos atrasos. “Vamos mostrar que há um grupo de brasileiros que é capaz de fazer as coisas corretas, no tempo certo e com total transparência”, disse Levy, no melhor estilo ‘pra frente, Brasil’. “Todas as confederações nacionais estão satisfeitas com o andamento das obras”, garantiu Agberto Guimarães, ex-corredor e diretor de esportes do COL.

Na entrevista coletiva oficial, dirigentes e políticos fizeram questão de reforçar que está tudo indo bem, indiretamente rebatendo as críticas sobre a organização dos Jogos. “Estes serão os Jogos da economia do dinheiro público. E nosso compromisso com prazo será mantido. E será o maior legado da história”, prometeu Eduardo Paes.

Agenda

A cidade já recebe o primeiro evento-teste do Rio 2016 – a Regata Internacional Aquece Rio. As provas começaram domingo na Marina da Glória (alvo de críticas dos atletas por conta da poluição), com a participação de atletas de 34 países nas dez classes olímpicas. Serão 45 eventos-teste até o início dos Jogos.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook