Rio – Os clubes do Rio vivem uma crise sem precedentes em sua história, mas, assim que rolar a bola no sábado, a 101.ª edição do Campeonato Carioca reviverá o charme e os momentos de disputa acirrada entre algumas das principais equipes do Brasil. Em 2005 o que não vai faltar é emoção para os torcedores: a expectativa pelo retorno de Romário ao Vasco, o meia Felipe trocou o Flamengo pelo Fluminense e, com objetivo de aumentar o público nos estádios, até ingressos por R$ 1 serão vendidos.

E é o projeto firmado entre o governo do Estado e a Federação Estadual de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), de ingressos a R$ 1, a novidade e a aposta dos clubes para aumentar o interesse do torcedor e os estádios voltarem a ficar cheios. Para viabilizar as entradas mais baratas, o poder público investiu R$ 4.911.200,00 na aquisição de 701.666 ingressos das partidas.

A fórmula de disputa do ano passado foi mantida. A competição, prevista para ir até o dia 17 de abril, rebaixará apenas um clube para a segunda divisão e será disputada em dois turnos. Os 12 participantes do Carioca de 2005 foram divididos em dois grupos. Na chave A estão Vasco, Botafogo, Volta Redonda, Friburguense, América e Portuguesa. E na B, Flamengo, Fluminense Americano, Cabofriense, Madureira e Olaria.

No primeiro turno, conhecido como Taça Guanabara, os clubes se enfrentarão entre si dentro dos grupos e a semifinal em um cruzamento olímpico (1.º do A x 2.º do B; 1.º do B x 2.º do A), com os vencedores realizando a final. O campeão estará classificado para a final.

Já no segundo turno, times do A enfrentam os do B.