A Comissão Nacional de Clubes (CNC) divulgou um documento na segunda-feira (23) com sugestões de medidas para serem feitas por causa da pandemia do coronavírus. A proposta que mais chamou atenção foi a redução no salário dos jogadores, uma das três medidas sugeridas.

O texto fala em “redução da remuneração dos atletas em 25% durante o período de paralisação, como preceitua o artigo 503 da CLT em casos extremos e de força maior”.

Os outros dois pontos sugerido pela comissão são a concessão de férias coletivas para todos os jogadores entre 1 e 20 de abril e 10 dias de férias no final de 2020 ou início de 2021, dependendo do novo calendário do futebol brasileiro.

+ Mafuz: Coronavírus trará grave conflito financeiro ao futebol brasileiro

Segundo o documento, divulgado inicialmente pela jornalista Monique Vilela, da rádio Banda B, representantes de 46 clubes de todas as divisões do futebol nacional participaram da reunião por videoconferência nesta segunda.

+ Podcast De Letra fala sobre o “efeito coronavírus” no futebol

Os clubes esperam uma resposta sobre a proposta da Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf), dos sindicatos e dos atletas em um prazo máximo de 48 horas . Caso não ocorra resposta, as férias coletivas serão concedidas no período proposto conforme foi autorizado em medida provisória recentemente.

+ Sobre o futebol paranaense:

+ Governo estuda transformar Arena em hospital de campanha pra ajudar contra o coronavírus
+ Com estaduais em xeque, dinheiro da Globo e do DAZN também fica incerto
+ Qual o futuro do Paranaense 2020? Clubes divergem sobre decisão