O Governo do Paraná estuda a possibilidade de transformar a Arena da Baixada, estádio do Athletico, em um hospital de campanha para receber pessoas contaminadas durante a pandemia de coronavírus.

A informação foi publicada pelo Blog da Nadja e confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) à reportagem. “Existe a possibilidade, mas ainda está sendo analisada”, esclareceu a nota oficial da Sesa.

Na última quinta-feira (19), o Furacão já havia comunicado que colocava tanto a Baixada, como o CT do Caju, à disposição do governo do Estado e da Prefeitura de Curitiba para o tratamento da população durante a pandemia.

Em nota oficial, o clube divulgou que sua estrutura está disponível “para o uso que entenderem necessário, visando a vacinação e/ou tratamento de pessoas acometidas pelo covid-19″.

A diretoria do Rubro-Negro ressaltou no comunicado que a reforma do estádio “teve a participação de recursos da Prefeitura de Curitiba e do Governo do Paraná, em um acordo tripartite com o Club Athletico Paranaense”.

Nesta segunda-feira (23), o estado do Paraná confirmou mais seis casos de infecção, sendo três em Curitiba, dois em Cianorte e um Cascavel. Agora, o estado tem 60 casos confirmados de covid-19. Outros 1.518 estão em investigação e 159 exames deram negativo.

+ Mais do Furacão:

+ Com estaduais em xeque, dinheiro da Globo e do DAZN também fica incerto
+ Mais de quatro times e goleadas. O raio-x do Athletico até aqui
+ Qual o futuro do Paranaense 2020? Clubes divergem sobre decisão