Átila Alberti
Júlio Militão diz que conselho é responsável pela imagem do clube.

A goleada no sábado deve acalmar os ânimos, mas a reunião de hoje do conselho deliberativo do Coritiba promete ser quente mesmo assim. Apesar de a diretoria garantir união com os conselheiros, a insatisfação subiu bastante com os resultados ruins e com o confronto da semana passada entre torcedores e jogadores no Aeroporto Afonso Pena.

Na pauta, também está o momento atual da equipe, que já foi líder e, agora, luta para voltar ao G4. O encontro está programado para as 19h no Estádio Couto Pereira.

?Esta reunião é para aparar as arestas e buscar um Norte novamente. O Coritiba está passando por um momento de turbulência e cabe ao conselho deliberativo buscar o equilíbrio?, diz Júlio Góes Militão da Silva, presidente do colegiado. Além disso, Militão diz que os conselheiros estão preocupados com o noticiário negativo do clube, que prejudica a imagem, arranhada pela briga no Aeroporto Afonso Pena. ?O conselho deliberativo não tem influência sobre a administração, mas tem uma responsabilidade sobre a imagem da instituição?, aponta.

Como a equipe venceu o Marília por 6 a 2 e subiu para a quinta colocação, a tendência é da reunião transcorrer em calmaria. Mesmo após Evangelino Costa Neves, o eterno presidente, ter pedido a cabeça de Giovani Gionédis. No entanto, o atual mandatário do Alviverde irá prestar contas de sua administração e da situação da equipe aos conselheiros, além de explicar porque proibiu jogadores e técnico de dar entrevista. Apesar de não ser obrigatória a presença, Militão espera que grande parte dos 153 membros estejam presentes.

Time

Enquanto isso, o elenco e a comissão técnica voltam a trabalhar hoje em dois períodos no CT da Graciosa, ainda proibidos de conceder entrevistas. Aliviado pela vitória de sábado, Paulo Bonamigo começa a montar a equipe que irá enfrentar o CRB, às 20h30 de sexta-feira, no Couto Pereira.

O atacante Jéfferson e o volante Paulo Miranda estão suspensos e podem ser substituídos por Alberto e Egídio, respectivamente. Além dessas possibilidades, o treinador tem o retorno do zagueiro Batatais e do meia Caio.