Em um jogo em que saiu na frente, levou uma virada no placar e depois marcou dois gols, sendo o último deles aos 42 minutos do segundo tempo, o Borussia Dortmund venceu o Borussia Mönchengladbach por 3 a 2, fora de casa, no último jogo disputado neste sábado pelo Campeonato Alemão.

Com o resultado conquistado graças ao gol marcado por Raphael Guerreiro, o time de Dortmund assumiu a terceira posição da competição nacional, com 56 pontos, e ultrapassou o Hoffenheim, que caiu para o quarto lugar, com 55, depois de ter empatado por 1 a 1 com o Colônia, na última sexta-feira, também fora de casa, na abertura desta 30ª rodada.

Assim, o Borussia Dortmund passou a ocupar um lugar na zona de classificação para a fase de grupos da próxima Liga dos Campeões, enquanto o Hoffenheim agora está no posto que garante vaga nos playoffs para o estágio de grupos da competição continental.

Para a equipe comandada por Thomas Tuchel, o triunfo no clássico dos Borussias foi importante para reanimar o time depois da eliminação sofrida diante do Monaco nas quartas de final da Liga dos Campeões, na última quarta-feira, na França, onde caiu por 3 a 1 no confronto de volta do mata-mata.

Já o Mönchengladbach estacionou nos 39 pontos e ocupa o décimo lugar no Alemão. Caso vencesse neste sábado, a equipe chegaria aos mesmos 42 pontos do Werder Bremen, sexto colocado, que hoje fecha a zona de classificação para a Liga Europa.

No clássico, o Dortmund abriu o placar aos 10 minutos com Marco Reus convertendo um pênalti. Ainda na primeira etapa, porém, o time da casa empatou aos 43, com Lars Stindl balançando as redes.

E já no início do segundo tempo, aos 3 minutos, o Mönchengladbach virou o placar graças a um gol contra de Marcel Schmelzer. Entretanto, os visitantes não deixaram se abalar pela virada e empataram o duelo em 2 a 2 aos 15 minutos, desta vez com um gol do artilheiro Pierre-Emerick Aubameyang.

O clássico parecia estar fadado a terminar empatado, mas Raphael Guerreiro deu a vitória ao Dortmund aos 42 minutos, quando completou uma cobrança de falta da direita com uma cabeçada que selou o 3 a 2.