Afastado das quadras há dois meses e meio, por causa de uma lesão abdominal, o tenista brasileiro Thomaz Bellucci confirmou nesta quinta-feira que voltará a jogar na semana que vem, quando disputa o Torneio de Stuttgart, a partir de segunda, na Alemanha. “Fiquei fora de torneios importantes, mas volto a jogar a temporada de saibro europeia, em torneios que fui muito bem no ano passado. Espero surpreender positivamente”, afirmou o número 46 do mundo.

Bellucci sofreu a lesão no dia 25 de abril, quando enfrentou o russo Dmitry Tursunov nas oitavas de final do Torneio de Barcelona. “No penúltimo ponto, bati uma direita e senti uma pontada forte. No dia seguinte, doía até respirar”, lembrou o brasileiro, que foi obrigado a abandonar a competição e não pôde encarar o alemão Philipp Kohlschreiber pelas quartas de final. Depois disso, ele desistiu de jogar em Munique, Madri, Roland Garros, Eastbourne e Wimbledon.

Agora, porém, ele garante estar recuperado da contusão e pronto para o retorno. “Está sendo um período de aprendizado e de avaliação também. Meu foco passou a ser a recuperação 100%. Fora das quadras, minha rotina foi puxada, fisioterapia em dois períodos e mais um de preparo físico. Tudo isso só aumentou a minha motivação para voltar às quadras, sinto muita falta de jogar. Por isso, vibrei de alegria quando o médico me liberou”, contou Bellucci.

Além da disputa em Stuttgart, o número 1 do Brasil já definiu seu calendário de torneios até o US Open, Grand Slam que começa no dia 26 de agosto, em Nova York, nos Estados Unidos. Ele jogará em Hamburgo (Alemanha), em Gstaad (Suíça), em Kitzbuhel (Áustria), no Masters 1000 de Montreal (Canadá), no Masters 1000 de Cincinnati (EUA) e em Winston Salem (EUA). Na competição na cidade suíça, a partir de 23 de julho, Bellucci defenderá seu título conquistado no ano passado.