A seleção brasileira masculina de vôlei foi atropelada pela Rússia na final da Liga Mundial, na noite do último domingo, em Mar del Plata. Derrotada por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/19 e 25/19, o time nacional ao menos teve como “consolo” o fato de que três de seus jogadores foram eleitos para o time ideal da competição.

Foram eles: o levantador Bruno, o atacante Lucarelli (segundo melhor ponteiro) e Mário Jr. (líbero). Curiosamente, a Rússia só teve um atleta escolhido para a seleção do torneio. Trata-se do gigante Dmitriy Muserskiry, carrasco do Brasil também na final olímpica dos Jogos de Londres, eleito o melhor central desta Liga Mundial.

Os outros dois jogadores que integram a seleção ideal da Liga Mundial são os italianos Ivan Zaytsev (primeiro melhor ponteiro) e Emanuele Birarelli (segundo melhor central). Os italianos fecharam a competição em terceiro lugar ao bater a Bulgária no último domingo.

Se só teve um atleta na seleção da Liga Mundial, a Rússia também teve o oposto Nikolay Pavlov eleito o MVP (jogador mais valioso) da competição, apesar dele curiosamente não estar no time ideal do torneio. Ele foi o grande destaque da decisão contra o Brasil, marcando 22 pontos ao total.

O búlgaro Tsvetan Sokolov, com 285 pontos, também foi premiado no último domingo por ter sido o maior pontuador desta Liga Mundial. Por ter sido eleito o melhor jogador do campeonato, Pavlov recebeu um cheque de US$ 30 mil, enquanto todos os outros premiados ganharam US$ 10 mil cada um.