“Não é alívio, é Deus”. Weverton parecia aliviado mesmo, apesar de dizer que não. Afinal, o Atlético encerrara há poucos instantes um jejum de nove partidas, saíra da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e podia pensar na retomada da temporada. Era o sentimento dos rubro-negros depois de uma partida eficiente em Volta Redonda. O triunfo de 1×0 sobre o Vasco mostrou um caminho – nem que, naquele momento, ele fosse apenas atribuído ao Divino.

O goleiro e capitão do Atlético era quem mais expressara, nos últimos 45 dias, a decepção rubro-negra. Por ser quem mais “coloca a cara a tapa”, falando com os jornalistas nos maus momentos, ele não escondia a má fase técnica da equipe, e admitia que as coisas não andavam bem no Furacão. Mas em cada entrevista que concedia, Weverton garantia que a hora da virada iria chegar. E chegou nesta segunda-feira (31) no interior do Rio de Janeiro.

“A gente passa por coisas que às vezes nem dá para acreditar. Mas hoje (segunda-feira) Deus mostrou que está outra vez do nosso lado”, comentou o camisa 12 do Furacão, em entrevista ao SporTV. Para ele, a vitória sobre o Vasco pode ser o marco da virada rubro-negra, até pelos lances de sorte que a equipe teve, principalmente no final do jogo. “Em outros jogos, essas bolas iam bater na trave e iam entrar. Hoje bateu na minha perna e saiu, bateu na trave e saiu, deu pra fazer defesas…”.

Mas, mesmo com a intervenção sobrenatural, Weverton sabe que foi apenas um jogo, e que na quinta-feira (2), contra o Avaí, na Arena da Baixada, será obrigatório voltar a vencer. “Quando você está por cima, você tem que ficar atento porque esta fase pode passar. Da mesma forma, quando a gente está mal, temos que persistir porque uma hora a fase ruim também vai passar. Precisamos ter equilíbrio, ainda estamos em recuperação. Ainda temos muito pra melhorar”, avisou o goleiro.

LEIA MAIS: CBF marca Atletiba da Arena pras 11h de domingo!

E a pressão, por tudo isso, continua. “Agora temos que nos recuperar, temos que pensar que temos que trabalhar para recuperar aquelas derrotas que tivemos. Temos muita coisa para aprender neste ano, e principalmente ainda temos muita coisa para conquistar. E só vamos conseguir se seguirmos juntos”, finalizou Weverton.