Um tema que deveria apenas seguir um regulamento definido ainda em 2016 virou uma confusão típica do futebol sul-americano. A cara da Conmebol, que adora dizer que vive um novo momento, fez um papelão que lembrou os tempos de Nicolas Leoz e simplesmente se perdeu na definição dos mandos de campo do confronto entre Atlético e Deportivo Capiatá, pela terceira fase da Copa Libertadores. E o Furacão suspendeu toda a divulgação da disputa.

Não há muita discussão. O artigo 3.4 do regulamento da competição, que trata da terceira fase, diz que o mando de jogo será definido pelo ranking da Libertadores. Quem tem o pior ranqueamento joga a primeira partida em casa. Nesse ranking, o Furacão é o 71º colocado, enquanto o Deportivo Capiatá, estreante na Libertadores, está na última posição. Por isso, não há discussão: o jogo da próxima quarta (15) tem que ser no estádio Galeano Segovia, na cidade de Capiatá, a 23 quilômetros de Assunção e 312 km de Foz do Iguaçu.

Mas a Conmebol se enrolou. Até as nove da manhã desta sexta-feira (10), o site da entidade marcava o jogo de ida para a Arena da Baixada, enquanto o Furacão já anunciava a partida em Capiatá. A confusão foi mostrada no site da Tribuna. Em vez de resolver o assunto, a confederação sul-americana piorou – simplesmente deixou a situação como “indefinida”. Com a crise criada sobre um tema tão prosaico, o Atlético preferiu esperar. E divulgou a seguinte nota oficial:

Devido à divergência entre o regulamento da Conmebol Libertadores Bridgestone e informações veiculadas na Imprensa, o Clube Atlético Paranaense esclarece que informará, em breve, a ordem dos mandos de campo e as datas das partidas diante do Deportivo Capiatá.

O Clube aguarda posicionamento oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) sobre a tabela de jogos da terceira fase. 

Espera-se que até o final do dia a confusão se resolva, para que o Furacão possa se preparar tranquilamente para o jogo. E que a definição seja a que está no regulamento, com a decisão da vaga na fase de grupos na Libertadores sendo na Baixada.