O Atlético terá que se explicar sobre o caso Robson “Izzy Rock” Cerizza, torcedor que foi contratado pelo clube para atuar como “consultor de comunicação”. Pelo menos é o que a oposição ‘Atlético de Novo’, pretende. Na última terça-feira (20), o movimento protocolou na sede administrativa do Furacão, um pedido de explicações.

“O blogueiro e o clube não souberam explicar quais foram os trabalhos desenvolvidos. Só sabemos que Cerizza utilizava seu blog pessoal para atacar diariamente a torcida atleticana, membros da oposição e profissionais da imprensa”, diz a nota do grupo Atlético de Novo.

No final de fevereiro, o perfil Anonymous_CAP revelou no Twitter o contrato de prestação de serviços em que o Atlético pagou R$ 72 mil para o blogueiro. Ao longo de um ano, Cerizza recebeu R$ 6 mil mensais. O acordo se encerrou justamente no mês passado.

“Somos um grupo de oposição, mas congregamos torcedores, 12 sócios do clube, para encaminhar o pedido formal de explicações. É um direito do associado previsto em estatuto. E não se trata de desconfiança. O clube não esclareceu os serviços prestados”, comentou William Romero, advogado do movimento Atlético de Novo.

Questionado pela reportagem na oportunidade, Cerizza confirmou a existência do contrato com o Furacão. Entretanto, não indicou nenhum trabalho de comunicação realizado para o Atlético que tenha se tornado público. Não há material de Cerizza nas redes sociais do clube e, no site oficial, apenas textos na seção “Voz do Sócio”.

Em um dos documentos vazados pelo perfil Anonymous_CAP, uma espécie de histórico de pagamentos, há o nome de Robson Cerizza e, entre parênteses, Olho no Lance, o nome do blog do atleticano. Posteriormente, o clube se manifestou e tratou o episódio como “divulgação criminosa de documento privado”.

“recente publicação de um Contrato de Prestação de Serviços envolvendo um colaborador do Clube é criminosa, pois reproduz documento privado, com cláusula de confidencialidade, e expõe de forma danosa a vida do profissional, notadamente pela leviana tentativa de associação entre as matérias que publica em seu “blog” pessoal e a consultoria de comunicação que presta ao Clube”.

Confira a nota do grupo Atlético de Novo:

Nesta terça-feira, o Movimento Atlético de Novo protocolou um requerimento na sede administrativa do Clube Atlético Paranaense pedindo explicações sobre o caso do blogueiro Robson Cerizza (Izzy Rock).

Sem formação acadêmica ou qualquer outra capacitação no segmento, Cerizza recebeu R$ 6 mil mensais durante um ano, totalizando R$ 72 mil entre os meses de fevereiro de 2017 e fevereiro de 2018.

O blogueiro e o clube não souberam explicar quais foram os trabalhos desenvolvidos. Só sabemos que Cerizza utilizava seu blog pessoal para atacar diariamente a torcida atleticana, membros da oposição e profissionais da imprensa.

Não sabemos também se o vínculo do profissional foi ou não estendido pelo Clube, e se ele ainda mantém alguma relação contratual com a instituição. O pedido formulado ainda se destina a obter esses esclarecimentos.