atletico230105.jpg

Ticão começa como titular
no meio-de-campo rubro negro.

Após um pouco mais de um mês, o Atlético está de volta à Arena, agora pelo campeonato paranaense. Depois de disputar o título do Brasileirão, contra o Botafogo, o rubro-negro volta ao gramado que mais conhece, mas sem tanta empolgação. Se em 19 de dezembro o Joaquim Américo estava lotado, agora a expectativa de público é baixa para enfrentar o Francisco Beltrão, pela segunda rodada do estadual. Ainda com um time B e comandado por Lio Evaristo, as novidades serão o volante Ticão e o lateral-direito Murilo. A partida está programada para as 16h.

Após a estréia contra o Império do Futebol, Lio resolveu mexer na equipe apesar da vitória por 2 a 1 e os três pontos conquistados. O treinador não ficou satisfeito com o desempenho de André Luís pelo lado direito e resolveu mudar. Na sexta-feira, ele apostou no volante Ticão, improvisado. Porém, ontem, ele resolveu apostar em Murilo, que vem da equipe júnior. Assim, o mesmo Ticão passa para a cabeça de área, no lugar de Jairo, machucado.

"O Ticão teve um bom desempenho pelo lado direito, foi bem, mostrou personalidade, mas o Jairo machucou e acho melhor ele atuar na dele", explica o treinador. Apesar de comandante do "Ventania" e auxiliar de Casemiro Mior (técnico do time principal, que estará na arquibancada acompanhando tudo), Lio conhece bem o elenco, já que foi treinador da maioria dos jogadores atuais quando estava nos juniores. "O Murilo jogou comigo e sei do potencial que ele tem. O André Luís não foi bem contra o Império e nessa ele fica de fora", aponta.

O restante do time será o mesmo que estreou na competição. A outra novidade poderia ser o atacante Lima, que está no grupo da Libertadores, mas pediu para jogar. No entanto, o clube não conseguiu registrar o atleta a tempo de poder atuar nas duas primeiras rodadas do paranaense. A expectativa fica para o aproveitamento dele na terceira rodada, quarta-feira, contra o Paranavaí.

Fundo

O Atlético deve anunciar nos próximos dias o ingresso num fundo internacional de investimento em promessas de futebol. Esse fundo gerenciaria a carreira de jogadores para levá-los a equipes européias. O Milan, de Silvio Berlusconi, seria o principal beneficiário dos talentos brasileiros.

Beltrão atrás do primeiro ponto

Depois de uma largada sem a mesma pegada do ano passado, o Francisco Beltrão entra hoje, às 16h, no gramado da Arena, disposto a atrapalhar o "Ventania" em sua segunda temporada de "sucessos". Disposto a agradar sua torcida, já que na estréia o time caiu diante do Londrina (3 x 2), o Beltrão espera não cometer os mesmos erros para enfim somar ponto na competição e deixar as últimas colocações do grupo B.

Como trunfo, para não repetir o vexame do ano passado, quando foi goleado por 4 x 0, na Arena, o técnico Rui Scarpini tem o atacante Marcelo Régis, que pertence justamente ao Rubro-negro curitibano.

O jogador foi emprestado pelo Atlético e deve estrear na vaga de Alex Franco no ataque titular. No lugar do volante Gilberto, expulso em Londrina, o treinador deve optar por Dino.

ATLÉTICO X FRANCISCO BELTRÃO

Atlético: Tiago, Alessandro Lopes, Tiago Vieira e Durval; Ticão, Marcus Vinícius, Bruno Lança, Morais e Badé; Jorge Henrique e Dinei.
Técnico: Lio Evaristo.

Francisco Beltrão: Cássio; Edivaldo, Nogueira, Mateus e Gilcimar; João Bahia, Dino, Jean e Jeferson; Alex Franco (Alex Franco) e Vanderlei (Da Silva).
Técnico: Rui Scarpini.

Local: Joaquim Américo (Arena da Baixada, em Curitiba)

Horário: 16h

Árbitro: Mauricio Batista dos Santos

Assistentes: José Amilton Pontarollo e Antônio Valdir dos Santos