Aloísio e Baloy podem fazer
sua estréia em clássico Atletiba.

Bastaram alguns dias para os novatos do Atlético perceberem a diferença entre um jogo "normal" e um clássico contra o maior rival. Polêmicas entre os treinadores e dirigentes, torcida inflamada e o tradicional mistério começa a fazer parte do dia-a-dia de metade do time rubro-negro. Dependendo da escalação do técnico Casemiro Mior, o Furacão poderá ter entre cinco e seis calouros no maior confronto do Estado do Paraná. Apesar de serem calouros em Atletibas, eles garantem que isso não irá atrapalhar na hora em que eles pisarem no gramado do Pinheirão, às 16 horas de domingo.

"O clima está pegando fogo, não é? Mas, clássico e decisão é assim. Antes da partida tem isso aí, mas faz parte da final", aponta o zagueiro Durval. Vindo do Brasiliense, ele enfrentou confrontos parecidos contra o Gama, mas se surpreendeu com as proporções do Atletiba. "Já passei por isso, mas não é tanto assim lá em Brasília. Lá é mais tranqüilo e espero que, se eu puder atuar, seja com uma vitória, com uma boa atuação e que a gente possa sair na frente nesse jogo", projeta.

O ala-direito Etto também já sentiu o que é o clássico. "O bicho pegou já, não é? Já iniciamos a semana pensando no clássico de domingo e o pensamento tem que ser esse até o final para que a gente possa ficar bem concentrado no jogo", aponta o ex-paranista. Ele também tem experiência em grandes jogos. "Já joguei Ba-Vi, Criciúma x Figueirense, no ano passado joguei Paraná x Atlético, Paraná x Coritiba, mas não com tanta intensidade como aqui", destaca.

Mais calmo, o atacante Maciel diz estar tranquilo para a primeira partida da final. "Estou tranqüilo, acho que clássico é clássico e tem que estar sempre tranqüilo. Você não tem que se preocupar muito e sim se concentrar no jogo e pensar sempre em vencer", analisa. De acordo com ele, as polêmicas de bastidores como a "chupeta" e "salão de festas" não o atingem. "Não estou sabendo disso não, estou sabendo agora por vocês. Nem cheguei a ler nada ainda. As pessoas falam muito e jogador tem que mostrar ali dentro das quatro linhas e mais nada", propõe.

Além dos três, os zagueiros Baloy e Danilo, os volantes Rodrigo Souto e Jairo, o atacante Aloísio e até o meia Evandro (que ainda não fez nenhuma Atletiba no time principal) vão ou podem sentir na pele o que é enfrentar o arqui-rival numa final de campeonato.

Time para domingo pode ter algumas surpresas

Depois de ter lançado a polêmica da semana, o técnico Casemiro Mior começou a montar a equipe do Atlético para a primeira partida da decisão do campeonato paranaense. Por enquanto, nada de definição, mas o Rubro-Negro poderá ter surpresas para enfrentar o Coritiba, às 16 horas de domingo, no Pinheirão. O zagueiro Marcão pode ser deslocado para a ala-esquerda com a manutenção de Durval na zaga. No ataque, Aloísio, Dênis Marques e Maciel disputam dois lugares.

A definição mesmo só sai na sexta-feira, após o coletivo-apronto que Mior comandará no CT do Caju com portas fechadas. Tanto na sexta, como no sábado, treinador e jogadores só falarão com a imprensa após o encerramento dos trabalhos. A medida foi tomada pelo próprio comandante rubro-negro, que disse na segunda-feira que treinamentos fechados são comuns durante a semana em Portugal. Ele volta a adotar a mesma tática do antecessor, Levir Culpi, que ganhou poderes da diretoria para ditar regras aos jornalistas.

De qualquer forma, no coletivo de ontem, Mior esboçou as possíveis formações para enfrentar o Alviverde. No início do trabalho, ele manteve quase o mesmo time que enfrentou o Londrina, apenas tirando Cocito e Maciel para as entradas de Fernandinho e Aloísio, ambos voltando de suspensão automática. No decorrer do trabalho, ele tirou Marín, Fabrício e Aloísio e usou Marcão, Cocito e Maciel.

De qualquer forma, após o primeiro coletivo da semana, o time pode ter Diego; Danilo, Durval e Marcão; Etto, Alan Bahia, Fabrício, Fernandinho e Marín; Dênis Marques e Aloísio ou Diego; Danilo, Baloy e Durval; Etto, Alan Bahia, Cocito, Fernandinho e Marcão; Dênis Marques e Maciel.