Como apoio de cerca de 4 mil torcedores, o Atlético ficou apenas no empate com o Rio Branco, em 1 a 1, na estreia do Campeonato Paranaense. O jogo foi disputado no Ecoestádio, que segue como “casa” do Furacão na temporada.

A falta de ritmo de jogo pesou para o elenco Sub-23 do Rubro-Negro, que errou muitos passes na partida. Pablo marcou o gol do time da casa e Erwin (contra) empatou o confronto.

Na próxima quinta-feira, o Atlético volta a campo para encarar o Nacional, em Rolândia. Já o Rio Branco terá pela frente o Londrina, em Paranaguá.

Com muitos erros, qualidade individual predomina

Os primeiros minutos no Ecoestádio ficaram marcados pela marcação forte e as dificuldades que ambas as equipes tinham para sair pro jogo. Com os problemas, o Atlético apostou na qualidade individual do jovem Júnior de Barros.

Com boa movimentação, foi dos pés dele que saiu o cruzamento para o primeiro gol do Atlético na temporada. Pela direita, Barros cruzou na medida para Pablo testar para as redes.

Com um a mais, Atlético estava nervoso

No segundo tempo, o Furacão voltou com mais velocidade, mas continuava a errar passes. O Rio Branco aproveitou e, aos 16 minutos, Willian fez o cruzamento e o zagueiro Erwin mandou contra o próprio patrimônio: 1 a 1.

Aos 25 minutos, o zagueiro Valdir cometeu falta dura em Júnior de Barros e o Rio Branco ficou com um jogador a menos na partida. Apesar de estar com um atleta a mais em campo, o Atlético continuou nervoso em campo e não conseguiu criar jogadas.

Veja na galeria de fotos o jogo do Furacão.