Precisando vencer para chegar pela primeira vez a fase semifinal da Copa do Brasil, o Atlético enfrentou o Vasco na noite desta quinta-feira em São Januário, mas mais uma vez o Rubro Negro parou nas quartas de final da competição. Com o empate em 1 a 1, o time carioca está nas semifinais. Agora, o Furacão se concentra para estreia no campeonato brasileiro, contra o Atlético Mineiro, dia 21, em Belo Horizonte.

O jogo

O técnico Adilson Batista, assim como fez em Curitiba na primeira partida, entrou em campo com três volantes priorizando a marcação e buscando o gol nos contra-ataques e em lances de bola parada cobrados por Paulo Baier. Já o Vasco, empurrado pela torcida, procurou o ataque desde os primeiros minutos na tentativa de marcar um gol que lhe desse tranquilidade para o restante do jogo.

Logo a um minuto, Guerrón recebeu na frente, ganhou na corrida de Anderson Martins e bateu forte, mas por cima do gol. Na sequência a resposta do time da casa. Márcio Careca bateu cruzado e Renan Rocha rebateu para frente, mas para sorte do Furacão ninguém colocou para dentro.

O Atlético não conseguia chegar com bola rolando e o jeito era apostar nas bolas paradas. Aos 16 minutos, Paulo Baier bateu falta no ângulo e Fernando Prass fez grande defesa. Aos 33 minutos a melhor chance do primeiro tempo. Branquinho lançou para Guerrón, que driblou o goleiro e bateu para fora perdendo um gol feito.

Segundo tempo

Para etapa complementar, Adilson Batista sacou Robston, que estava mal e já tinha cartão amarelo, e colocou Wendell. O Vasco voltou sem alterações. Aos 4 minutos por pouco o Vasco não abriu o placar. Felipe tocou para Bernardo, que na marca do pênalti chutou para fora. Aos 17 minutos, para dar mais velocidade, Adilson Batista colocou Mádson no lugar de Branquinho.

O Atlético era melhor no jogo e chegou ao gol aos 28 minutos. Nieto, que entrou no lugar de Guerrón, recebeu na cara do gol e tocou na saída de Fernando Prass: 1 a 0. Na sequência o time carioca chegou ao empate. Cruzamento na área e Elton de cabeça colocou para dentro. O Furacão pressionou até o fim, mas não conseguiu marcar. Final: Vasco 1, Atlético 1.