O Atlético desperdiçou a chance de trazer uma boa vantagem de Salvador e ficou apenas no empate com o Bahia, por 1 a 1, na noite desta quarta-feira (13). Com o resultado, o Furacão pode empatar sem gols para conquistar a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil.

O Furacão muda o foco agora para a disputa do Campeonato Paranaense. No próximo sábado, a equipe recebe o Paranavaí, às 16h, na Arena da Baixada.

O jogo

Sem contar com o maestro Paulo Baier, o Atlético teve dificuldades na armação de jogadas. Porém, diante do frágil adversário, o Furacão mostrou boa movimentação e logo no início perdeu grande chance nos pés de Guerrón. Enquanto isso, os mandantes não conseguiam trocar dois passes, para irritação de seus torcedores.

Ainda no primeiro tempo, o técnico Adílson Batista tirou o volante Kléberson, lesionado, e colocou Fransérgio. Com a alteração, o Rubro-Negro perdeu o poder ofensivo e se retrancou muito, possibilitando ao Bahia uma melhora no jogo. No entanto, aos 44 minutos, o equatoriano Guerrón recebeu nova oportunidade na frente do goleiro Omar e, desta vez, não vacilou: 1 a 0 para o Atlético.

Para o segundo tempo, o Furacão voltou com a mesma formação. Procurou marcar bem no meio de campo, já que o adversário precisava do resultado. No decorrer da etapa final, o técnico Adílson Batista alterou a formação tática da equipe para o 3-5-2, com as entradas de Gabriel e Gabriel Pimba nas vagas de Mádson e Deivid.

No entanto, a modificação não surtiu efeito. Chamou o Bahia para o seu campo e o time da casa empatou o jogo aos 38min, em um belo gol de Camacho. Final de jogo: Bahia 1×1 Atlético.