A três dias de entregar a Arena da Baixada definitivamente para a Fifa, a CAP S/A corre contra o tempo para fazer os últimos ajustes no estádio que, no mês que vem, vai receber quatro jogos da Copa do Mundo. Para concluir completamente o Joaquim Américo até sexta-feira, será preciso finalizar as áreas de tecnologia da informação (TI) e elétrica do novo caldeirão, além da conclusão da limpeza de entulhos – principalmente na área externa do estádio – e limpeza geral do local.

Para o secretário-municipal da Copa do Mundo, Reginaldo Cordeiro, a CAP S/A conseguirá finalizar todas as frentes de trabalho que ainda estão inacabadas até sexta-feira, prazo estipulado pela entidade para a conclusão dos serviços. “Ainda tem coisa para fazer. A parte elétrica, de TI, de limpeza geral e de entulhos do estádio ainda precisam ser finalizadas. Falta pouca coisa e até sexta-feira a CAP S/A deverá concluir tudo”, frisou.

O representante municipal do Mundial em Curitiba disse ainda que até domingo o integrador deverá finalizar a colocação das estruturas temporários dentro e fora da Arena da Baixada e que as obras de mobilidade estarão totalmente concluídas, com todas as sinalizações até o dia sete de junho. “Acredito que a parte do integrador, o trabalho de integração do estádio e da praça, vá até domingo, já que segunda-feira o prefeito do estádio, o sul-coreano Man Gim Shil, começará a trabalhar na Arena. As outras obras do PAC da Copa, de mobilidade, com todas as sinalizações e placas, ficarão prontas até o dia sete, mais de uma semana antes do primeiro jogo aqui”, projetou Cordeiro.

Do lado de fora da Arena, a conclusão das obras está próxima. Sem os tapumes, a fachada do estádio está em fase final de acabamento e as tendas e os quiosques onde vão ficar os patrocinadores da Copa do Mundo deverão ser finalizados em breve. “Além da parte de TI, com a parte final da colocação das antenas de Wi-fi e de acabamento e limpeza geral de algumas áreas, o telão que vai na frente do estádio está sendo instalado. Este telão será de saudação ao público que vier aos jogos em Curitiba e nele não serão transmitidas as partidas”, explicou o coordenador geral estadual da Copa do Mundo, Mário Celso Cunha.

Ainda de acordo com Cunha, chegou ontem todo o mobiliário, que é de responsabilidade da Fifa, para a área de imprensa do estádio – tendas de alta tecnologia colocadas no estacionamento da Arena – e para atender os locais do estádio aonde vão funcionar as lanchonetes durante a Copa do Mundo. “Quatro carretas de mobiliário chegaram para atender as áreas que são de responsabilidade da Fifa, como a área onde vai ficar a imprensa e as lanchonetes que funcionarão nos jogos em Curitiba”, concluiu ele.