Disputado por gigantes do futebol internacional, o lateral-esquerdo Renan Lodi não esperava que esse momento profissional fosse chegar tão rápido em sua carreira. Perto de se despedir do Athletico e seguir para um clube europeu, o jogador de 21 anos já viveu muitas dificuldades em sua vida. Na infância no interior de São Paulo ele tinha que vender garrafas vazias e latinhas para juntar dinheiro para ir aos treinos em outra cidade. Agora, Lodi espera poder apresentar cada dia um futebol melhor e crescer mais ainda na carreira. E o Zenit St. Petersburg entrou pesado na briga.

+ Mais mercado: Léo Pereira entra na mira da Roma

Natural de Serrana, cidade próxima a Ribeirão Preto, Renan tinha que percorrer cerca de 30 quilômetros para ir aos treinos, o que nem sempre era fácil. O jogador contou um pouco do que viveu para a EPTV, afiliada da Rede Globo. “Uma das maiores dificuldades que eu tinha era quando ia pedir dinheiro para minha avó, meu avô ou meu pai e eles não tinham. Eu juntava os cascos de garrafa e latinhas para trocar por dinheiro e ter como pagar a passagem até Ribeirão Preto para treinar”, lembrou o atleta, que recordou que poderia ter ido para caminhos diferentes na vida.
“Tive chance de me envolver em outras coisas erradas desde criança, mas o futebol me deu uma outra oportunidade e virei jogador profissional”, disse.

+ Leia mais: Marco da virada do Athletico, Arena da Baixada completa 20 anos

No Athletico desde os 13 anos, Lodi despontou como destaque do elenco no ano passado na conquista do Athletico na Sul-Americana. No início de 2018 ele chegou a ser campeão paranaense com o Furacão no time de aspirantes, mas ganhou oportunidade entre os principais e não desperdiçou.

Propostas

O Atlético de Madri está de olho no jogador há tempos, oferecendo 20 milhões de euros ao Furacão, mas questões burocráticas envolvendo um imposto espanhol estariam travando a negociação. O Zenit, da Rússia, entrou também no páreo e ofereceu 21 milhões de euros, o equivalente a R$ 91.660.000,00 – a maior proposta recebida pelo Athletico até agora. A situação de Renan Lodi deve se desenrolar até o retorno do calendário brasileiro.

+ Leia também: Argentino pode se tornar a contratação mais cara do Furacão

O jogador diz que não esperava que tantas coisas importantes acontecessem em sua vida em um período tão curto. “As coisas foram acontecendo muito rápido na minha vida, tive oportunidade de ser convocado para a seleção brasileira, meu nome está sendo muito especulado fora do país com muitos times atrás de mim. Não esperava que isso fosse acontecer tão rápido. Quero continuar evoluindo”, finalizou o lateral atleticano.