O técnico Eduardo Barros explicou qual foi seu segredo para fazer o Athletico voltar a vencer. O treinador interino afirmou que evitou colocar um time em um “sistema de jogo fechado”, dando liberdade para adaptar a equipe com os jogadores disponíveis.

“Na minha concepção, o sistema tem que servir aos jogadores, e não ao contrário. Quando olhamos os jogadores do elenco, sem o Vitor (Vitinho), sem o Nikão, ou um atacante que vive o melhor momento, até o Walter, que ainda não aguenta começar a partida, precisávamos encontrar soluções. E não colocar os jogadores em uma estrutura fechada e transferir o peso para eles”, declarou, em entrevista coletiva.

“O movimento foi olhar para a característica dos atletas à disposição e olhar para uma estrutura que ficasse a melhor possível. E, felizmente, tem dado certo a nossa escolha”, completou.

+ Confira a classificação completa da Libertadores!

O treinador não falou abertamente, mas fez uma comparação ao time do técnico Dorival Júnior. O ex-comandante utilizava o sistema 4-1-4-1 e fazia algumas improvisações, como colocar Erick na lateral-direita e Christian como ponta. Além de fazer muitas mudanças de uma partida para outra.

Já com Barros, o Furacão abandonou um esquema fixo. Contra o Colo-Colo, por exemplo, o time marcava no 4-4-2 e atacava com até seis jogadores. O treinador também deu mais liberdade para os próprios Erick e Christian flutuarem pelo meio de campo, fazendo com que ambos venham sendo os destaques do time. Além disso, o sistema defensivo também mostra uma evolução. Nas três vitórias, a defesa não foi vazada em dois jogos (Coritiba e Colo-Colo).

+ Podcast De Letra: Gustavo Villani se emociona ao falar do futebol paranaense

Em busca de confirmar as boas atuações, o Rubro-Negro volta a campo contra o Bahia no sábado (26), às 19h, na Arena da Baixada, pelo Campeonato Brasileiro. Depois, na próxima terça-feira (29), às 21h30, tem o Jorge Wilstermann, novamente em casa, para buscar a classificação às oitavas da Libertadores.

+ Mais do Furacão:

+ Léo Cittadini vê Athletico retomando confiança e pede pra “manter espírito”
+ Cristian Toledo: O melhor jogo do Athletico em 2020
+ Walter nega saída do Athletico e acerto com o Goiás


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?