O presidente do Conselho Deliberativo do Athletico, Mário Celso Petraglia, está mais afiado do que nunca. No início da tarde desta quinta-feira (11), ele fez uma provocação direta ao Coritiba, derrotado na final da Taça Dirceu Krüger, na noite de quarta (10), nas penalidades.

+ Leia mais: Guanaes ressalta espírito de luta do Furacão

“Com todo o respeito à instituição Coritiba Foot Ball Club, porém, quero deixar registrado que ‘pathetico’ são os times que esta atual gestão montou! Estão muito distantes e tampouco condizem com a tradição e a longa história do clube”, escreveu na sua conta do Twitter, confirmada pelo próprio Petraglia à Tribuna do Paraná como autêntica.

+ Veja também: Torcidas apoiam e dão show a parte na Arena

O termo ‘pathetico’ foi usado pelo Coritiba em uma frase gravada na camisa dos jogadores no primeiro Atletiba do ano, quando o Furacão implantou a torcida única na Arena. A ação a forma que o Alviverde encontrou pra protestar com o veto da presença de coxas-brancas nas arquibancadas. Nas costas uniforme, estava escrito “Torcida humana: uma ideia pathetica”. Na frente, “Torcida humana: mais uma falácia”.

Coritiba colocou frase de protesto na camisa no primeiro Atletiba do ano. Foto: Albari Rosa
Coritiba colocou frase de protesto na camisa no primeiro Atletiba do ano. Foto: Albari Rosa

 

Depois de utilizar as camisas no clássico do dia 30 de janeiro, o Coxa colocou o material à venda nas lojas oficiais do clube. As 28 unidades se esgotaram rapidamente. Na ocasião, vale lembrar, a partida válida pela Taça Barcímio Sicupira, a primeira fase do Campeonato Paranaense, foi vencida pelo Coritiba, por 2×1.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!