O Athletico dará os primeiros passos rumo à busca do título da Recopa Sul-Americana. Nesta quarta-feira (22), às 21h30, na Arena da Baixada, o Furacão recebe o poderoso River Plate para os primeiros 90 minutos da decisão. Os dois clubes chegam à disputa depois de se consagrarem como vencedores da Sul-Americana e da Copa Libertadores em 2018, respectivamente, e o confronto promete ser emocionante. A volta será no dia 30, em Buenos Aires, onde será conhecido o grande campeão do continente.

+ Serviço: Saiba como assistir a Athletico x River Plate em qualquer lugar do planeta

O volante Lucho González tem uma longa história no clube adversário. Ele vestiu a camisa do River entre 2003 e 2005 e, em sua segunda passagem no time, na temporada 2015/16. No ‘Millonario’, o gringo conquistou duas vezes o Torneo Apertura do Campeonato Argentino e uma Libertadores.

Para o volante, os times têm maneiras parecidas de jogar e isso tornará a partida emocionante para o público. “Os dois times propõem sempre o jogo e gostam de ter a bola, mas também quando perdem a posse tentam recuperar o mais rápido possível. Será um jogo lindo de ver e analisar porque os dois times têm mais propostas ofensivas do que defensivas, esperamos poder conquistar um bom resultado”, garantiu o argentino, projetando a importância de conquistar um bom resultado em casa.

+ Leia mais: Lucho González reencontra o seu ex-clube, agora como adversário

Lucho prometeu entrega do elenco em campo e usou como referência a conquista da Sul-Americana para demonstrar como, mais uma vez, o time está disposto a fazer história. “O pensamento é o mesmo (da final da Sul-Americana). Vamos encarar esses dois jogos com muita vontade. Nos preparamos para fazer um grande jogo aqui e depois teremos uma semana antes da partida decisiva”, explicou.

Em relação ao time que entra em campo, a novidade no Athletico é a presença do lateral-direito Jonathan. O jogador não entra em campo desde a derrota por 2×1 para o Boca Juniors, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Ele ficou de fora por conta de dores na panturrilha. Caso o técnico Tiago Nunes não opte por Jonathan, será necessário improvisar e a tendência é que utilize o volante Erick na posição, já que Madson segue em recuperação no departamento médico.

+ Confira também: Adversário da final da Recopa, Lucas Pratto elogia o Furacão

Na campanha da competição continental do ano passado, o Furacão passou por equipes da Argentina, Venezuela, Brasil e Colômbia. A final foi diante do Junior Barranquilla e, de forma dramática, nos pênaltis, o Furacão se consagrou o dono da Taça, a primeira internacional em sua história.

Por outro lado, o River também teve seus percalços na caminhada do quarto título da Libertadores. Na grande final, na partida de volta que aconteceria no Monumental de Nuñez, o jogo precisou ser suspenso. O ônibus do adversário, justamente o maior rival, o Boca Juniors, foi apedrejado e os atletas se recusaram a entrar em campo. A partida foi transferida para Madri, na Espanha, e o River levantou o caneco.

+ Mais na Tribuna: Conmebol faz exame antidoping surpresa em Athletico e River

Pelo caminho difícil enfrentado pelo Furacão até o título, Lucho González revela que disputar uma Recopa será algo especial. “Um jogo único. O Tiago (Nunes)nos falou palavras que ficaram gravadas. Ele disse que a gente não sabe quando terá uma nova oportunidade como essa. Então, são dois jogos que a gente tem que aproveitar muito. Foi muito difícil ter a possibilidade de estar participando desse jogo. E obviamente a gente quer novamente ficar na história do clube”, declarou.

O jogador fez questão de destacar que, por vezes, o grupo atleticano, incluindo ele, não tem ideia da relevância do momento que o time vive, mas que um dia será possível entender a dimensão da atual temporada do Furacão.

+ Viu essa? Athletico vive a emoção de encarar mais uma final

“Tudo passa tão rápido. Temos uma rotina, muitas viagens e jogos e muitas vezes não paramos pra pensar em tudo que esse grupo conquistou e tem a possibilidade de continuar conquistando. Quem sabe quando se aposentem um dia todos vão ter uma noção de tudo”, finalizou.

O jogo terá transmissão exclusiva pelo DAZN, um serviço de streaming, que disponibilizará aos seus usuários os dois confrontos entre Athletico e River Plate: tanto o jogo da ida, na Arena da Baixada, nesta quarta-feira(22), quanto a grande decisão da volta, que acontecerá no dia 30 em Buenos Aires.

Ficha técnica

RECOPA SUL-AMERICANA
Jogo de ida

Athletico x River Plate

Athletico
Santos; Jonathan (Erick), Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães e Lucho González; Nikão, Rony e Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes

River Plate
Armani; Mayada, Martínez Quarta, Pinola, Casco; Enzo Pérez, Zuculini (De La Cruz), Fernández e Exequiel Palacios; Matías Suárez e Lucas Pratto.
Técnico: Marcelo Gallardo

Local: Arena da Baixada
Horário: 21h30
Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia)
Auxiliares: Alexander Guzmán (Colômbia) e John Alexander Leon (Colômbia)
VAR: Daniel Fedorczuk (Uruguai)

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!