O Athletico repatriou o gerente Marcos Biasotto para trabalhar em seu departamento de futebol. O profissional esteve no Furacão entre 2005 e 2009 e chega após passagem pelo Internacional.

Biasotto será responsável por dois de quatro setores do organograma atleticano chamado Núcleo do Futebol. O núcleo 1 é o “Desenvolvimento Técnico e Metodológico”, para reforçar a identidade rubro-negra desde as categorias menores.

+ TABELA: Veja a classificação do Paranaense e os próximos jogos

Já o núcleo 2 é a “Performance e Saúde”, que tem áreas como medicina, fisiologia, nutrição, performance atlética, fisioterapia e neurociência. “Fez um trabalho brilhante nas categorias de base do Flamengo. É um reforço de peso para que consigamos estruturar cada vez melhor a captação dos atletas jovens e o desenvolvimento deles, com metodologia e o jeito CAP de jogar. Ele tem capacidade de gerir equipes multidisciplinares”, afirmou Paulo André, diretor-geral, em entrevista ao FuraCast, podcast oficial do clube.

Ele se apresenta no CT do Caju nesta quinta-feira (30) para assumir as novas atividades. Ao lado dele estarão outros dois gerentes: Ricardo Menezes (Gente, Gestão e Educação, do núcleo 3) e Rodrigo Gama (Negociações e Contratos, do núcleo 4). Todos esses núcleos possuem coordenadores e outros funcionários dentro da hierarquia. Na soma dá aproximadamente 400 pessoas.

+ Saiba como assistir aos jogos do Paranaense pelo celular, computador ou Smart TV

“Minha função é gerenciar toda essa equipe para que esse funcionamento possa permitir que tenhamos resultados dentro e fora de campo. No Núcleo do Futebol temos 170 funcionários e 220 atletas. Todos ficam sob a minha responsabilidade. É muita gente, muito assunto e por isso dividimos para cada um se responsabilizar por sua área e eu fico por trás tentando mostrar caminhos, mas todos têm autonomia para tocar processos e buscar atingir as metas combinadas sem centralizar em mim”, completou.

Paulo André ainda disse que, dentro do organograma do Furacão, diferente de outros clubes brasileiros, não tem a função de diretor de futebol. Quem faz o dia a dia é o Paulo Miranda, que fica entre a comissão técnica, jogadores e diretoria.

Quem é Marcos Biasotto?

Com 24 anos de experiência, Biasotto iniciou sua trajetória no Paulista, de Jundiaí-SP, e ficou por lá entre 1996 e 2004, variando entre treinador, gerente e coordenador. No mesmo ano, ele foi auxiliar do Fortaleza.

Na temporada seguinte, o profissional se tornou coordenador-geral das categorias de base do Athletico. Ele desempenhou a mesma função no Palmeiras (2010-2011) e Grêmio (2011-2012).

+ Quer assistir aos jogos do Paranaense ao vivo? Assine a DAZN com 30 dias grátis”

No Flamengo, como gerente das categorias de base e de mercado, Biasotto ficou de 2012 a 2018, com dois títulos da Copa São Paulo de Futebol Júnior e recordes de conquistas. Por lá criou o Centro de Inteligência e Mercado (CIM). Por fim, antes de retornar ao Furacão, ele virou gerente de futebol do Inter, que conquistou sua quinta Copinha da história nesta temporada.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico descarta grandes reforços, afirma Paulo André
+ Tiago Nunes entra com ação contra o Athletico
+ Flamengo congela negócio com o Athletico por Léo Pereira