Atual técnico do Corinthians, Tiago Nunes entrou com uma ação judicial contra o Athletico para cobrar valores de premiações pelo título da Copa do Brasil, conquistado no ano passado, além de prestação de serviços, contrato de imagem, férias, 13º salário e multa.

O processo foi iniciado na semana passada e o Furacão ainda não foi notificado judicialmente. O valor cobrado pelo ex-treinador atleticano é de R$ 1.159.177,31.

TABELA: Veja a classificação do Paranaense e os próximos jogos

Nunes, no comando do time de aspirantes, foi campeão estadual em 2018, na sequência faturou a Copa Sul-Americana no mesmo ano. Em 2019, vieram os títulos da Levain Cup e da Copa do Brasil.

A premiação da competição nacional, no ano passado, gerou R$ 64,3 milhões ao Athletico. A conquista internacional há dois anos gerou mais R$ 17 milhões. Os valores pagos à comissão técnica, elenco e funcionários são definidos antes, mas podem ser reajustados com o avançar das fases.

Até então ídolo da torcida rubro-negra, o treinador se desentendeu com o presidente Mario Celso Petraglia e saiu do clube em novembro, antes do término do Campeonato Brasileiro. Os dois trocaram mensagens públicas de descontentamento. 

+ Mais do Furacão:

+ Flamengo congela negócio com o Athletico por Léo Pereira
+ Cristian Toledo: O Athletico precisa entrar pra valer no mercado da bola
+ Athletico vai colocar time principal para estrear no Paranaense